Grupos de Pesquisa Grupos de Pesquisa

O SERGEO tem como meta principal de investigação avançar na compreensão dos sistemas que ocorrem na superfície da terra, usando métodos de observação da terra. Nossas pesquisas são desenvolvidas principalmente através do uso de dados de sensoriamento remoto. Embora nosso foco esteje no conhecimento dos processos físicos da terra, através de observações aereas e espaciais de sensoriamento remoto, podemos contribuir a nivel nacional e internacional para o desenvolvimento conceitual da Geografia como uma ciência interdisciplinar. Além das abordagens físicas e empiricas dos sistemas também estão sendo desenvolvidas no SERGEO o impacto da dimensão humana em nível regional, nacional e até mesmo as mudanças globais. Isso torna nossas pesquisas e abordagens politicas e intervenientes relevantes, permitindo-nos contribuir para o discurso público com uma combinação única de medições remotas e relações de causa e efeito, incluindo os impactos das ações humanas no sistema terra. O SERGEO tem desenvolvido estudos, com especial atenção as áreas de Geor´processamento e Sensoriamento Remoto aplicados ao recursos naturais do Nordeste do Brasil. Contamos com cientistas bem qualificados, com infra-estrutura de medições (instalações e transformações), com infra-estrutura de informações (modelos, porcessadores, softwares e espectroraiometria) e infra-estrutura de dados espaciais. O SERGEO apoia o ensino em sensoriamento remoto para o Bacharelado, Licenciatura, Mestrado e Doutorado, bem como Pós-doutores. Nos usamos diversos métodos, modelos e software em nossas formações. Nossas atividades de ensino, pesquisa e extensão permitem que os nossos alunos possam encontrar um excelente emprego no mercado nacional e internacional.

 
  • Josiclêda Domiciano Galvíncio
  •  Magna Soelma Beserra de Moura
 
 

Contato do grupo

 
 

Elucidar o papel de movimentos sociais no processo de produção de ambientes urbanos e rurais ao exercício da cidadania, garantidores da participação concreta dos sujeitos envolvidos na gestão e no planejamento dos seus territórios vividos; de modo inovador, criativo e sustentável, rumo a uma lógica diferente de construção de ambientes que não valorize apenas os interesses econômicos. Dar visibilidade às práticas de mobilizações dos sujeitos oriundos de ambientes territoriais que dificultam a cidadania. Revalorizar o papel desempenhado pelos movimentos sociais no processo permanente de conquistas do "espaço do cidadão" de maneira sustentável, destacando o que já se tem feito no âmbito da consolidação da justiça territorial. Promover discussões e debates, junto com os sujeitos dessas ações (através de oficinas de comunicação), sobre possibilidades concretas de articulação entre as diversas experiências de organização e mobilização social nos territórios em que elas acontecem.

 
 
  • Claudio Jorge Moura de Castilho
  •  Signe Dayse Castro de Melo e Silva
 
 

Contato do grupo

E-mail: cjmc@ufpe.br
 
 

Divulgação e publicação em meio científico de estudos voltados ao monitoramento e gerenciamento dos recursos naturais.

 

  • Maria do Socorro Bezerra de Araújo
  • Josiclêda Domiciano Galvíncio
 
 
Ciências Exatas e da Terra; Geociências

 

Contato do grupo