O Programa O Programa

Fundado em 1974, o Programa de Pós-Graduação em História da UFPE firmou-se como escola produtora de conhecimento histórico e formadora de quadros de Professores e Pesquisadores, que hoje atuam em diversas instituições de Ensino e Pesquisa espalhadas por todo o Brasil. Até o final de 2015, foram aprovadas 534 dissertações de Mestrado e 168 teses de Doutorado, ressaltando que o Mestrado foi criado em 1974 e o Doutorado em 1991. Inúmeras dessas Dissertações e Teses foram publicadas. Pode-se afirmar, portanto, depois de mais de quatro décadas de atuação, que existe uma historiografia sobre o Norte e Nordeste do Brasil que é referência nacional e mesmo internacional, construída a partir do Programa de Pós-Graduação em História da UFPE. Trata-se de um Programa cujos cursos são consolidados e que, ao longo de sua trajetória, foi-se firmando como centro de produção científica e formador de recursos humanos na área do ensino e da pesquisa em História.

A partir de 2011, houve uma reconfiguração das linhas de pesquisa. A Área de Concentração: História do Norte-Nordeste do Brasil manteve-se, mas uma de suas linhas de pesquisa, Poder Político e Movimentos Sociais, foi extinta. Desde esse ano, passaram a existir 3linhas de pesquisa: Cultura e Memória; Relações de Poder, Sociedade e Ambiente e Norte-Nordeste Mundo Atlântico.

Na avaliação CAPES do triênio 2010-2012, o PPGH/UFPE obteve o conceito 4. Desde então vem promovendo um profícuo trabalho de reformulação de suas bases científicas, teóricas, estruturais e metodológicas com o fim de obter melhor recolocação na avaliação da CAPES.

Em 2016, com o objetivo de ampliar o seu campo de atuação e dar mais densidade e aderência ao que efetivamente tem se apresentado como o escopo central dos trabalhos desenvolvidos no âmbito deste Programa, a Área de Concentração do PPGH/UFPE passou a se denominar Sociedades, Culturas e Poderes e a linha de pesquisa Norte-Nordeste Mundo Atlântico passou a se chamar Mundo Atlântico. As demais linhas de pesquisa se mantiveram inalteradas.

Histórico

Fundado em 1974, o PPGH/UFPE passou a absorveu uma imensa demanda reprimida de pesquisadores e professores ávidos por uma formação pós-graduada, não apenas do Nordeste, mas também das regiões Norte e Centro-Oeste. A história deste programa, portanto, está intimamente vinculada ao avanço da historiografia produzida principalmente nestas regiões, embora caiba ressaltar, que houve estudantes aqui titulados advindos de praticamente todos os Estados brasileiros.

Há docentes egressos do PPGH/UFPE exercendo suas atividades em várias Universidades, muitos deles ensinando em Pós-Graduações espalhadas pelo Brasil.

O PPGH/UFPE, ao se constituir, o fez a partir de duas Áreas de Concentração: História do Norte e Nordeste e Pré-história do Brasil. Posteriormente, através de Convênio com a Universidade Federal da Paraíba, foi criada mais uma área, Metodologia do Ensino da História.

O ano de 2003 marcou uma relevante transição para o Programa, pois foi quando duas das três áreas de concentração que o compunham, constituíram-se em Pós-Graduações independentes. Resultado mais palpável de anos de esforço e colaboração de docentes e pesquisadores da UFPE, da UFPB e da Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM) no Piauí, que tornaram viável o desdobramento de uma única Pós-Graduação em três programas distintos, todos com professores com experiência em pesquisa e orientação de Dissertações e Teses.

As duas novas Pós-Graduações nasceram robustas por terem sido antes abrigadas como área de concentração deste Programa. Para o PPGH-UFPE, o surgimento do então Mestrado em Pré-História da UFPE, e do Mestrado em Teoria e Metodologia do Ensino da História na UFPB, são a expressão mais evidente de que a colaboração, trabalho e ousadia aqui exercidos em 30 anos de história têm podido apresentar resultados extremamentes satisfatórios.

A separação das três áreas possibilitou ao PPGH/UFPE dar um passo muito importante na sua evolução. A partir de 2004, o PPGH/UFPE vergou-se prioritariamente sobre a sua área de concentração, agora única, a História do Norte e Nordeste, que foi a sua raiz de origem.

No ano de 2004, o Programa continuou suas atividades vinculadas a convênios anteriormente estabelecidos com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e Universidade do Estado da Bahia (UNEB) para realizar conjuntamente o Programa de Qualificação Interinstitucional (PQI-CAPES) em nível de Doutorado.

Até o final de 2010 o PPGH/UFPE possuía duas linhas de pesquisa, Poder Político e Movimentos Sociais e Cultura e Memória, dentro de uma única Área de Concentração: História do Norte-Nordeste do Brasil. Pela avaliação da CAPES, o Programa recebeu o conceito 5 a partir de 2006. A partir de 2011, houve uma reconfiguração das linhas de pesquisa. A linha Poder Político e Movimentos Sociais se desdobrou em duas. Passaram a existir então 3linhas de pesquisa: Cultura e Memória, Relações de Poder, Sociedade e Ambiente e Norte-Nordeste Mundo Atlântico.

Na avaliação CAPES do triênio 2010-2012, o PPGH/UFPE obteve o conceito 4. Desde então vem promovendo um profícuo trabalho de reformulação de suas bases científicas, teóricas, estruturais e metodológicas com o fim de obter melhor recolocação na avaliação da CAPES.

Em 2016, com o objetivo de ampliar o seu campo de atuação e dar mais densidade e aderência ao que efetivamente tem se apresentado como o escopo central dos trabalhos desenvolvidos no âmbito deste Programa, a Área de Concentração do PPGH/UFPE passou a se denominar Sociedades, Culturas e Poderes e a linha de pesquisa Norte-Nordeste Mundo Atlântico passou a se chamar Mundo Atlântico. As demais linhas de pesquisa se mantiveram inalteradas.