O Programa O Programa

O Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal (PPGBA) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) teve início em 1994, com a criação do Mestrado em Biologia Animal. Passou a se chamar Programa em 2007, quando a CAPES aprovou a abertura do nível de Doutorado. Na avaliação trienal publicada em 2013 obteve conceito 5, e na avaliação quadrienal publicada em 2017 atingiu o conceito 6,  um reflexo da sua evolução e trabalho contínuo em busca da excelência na formação de recursos humanos voltados para atender a sociedade na área de biodiversidade.

O Programa conta atualmente com Corpo Docente composto por 26 professores, que atuam nas diversas áreas da Zoologia,  4 linhas de pesquisa, nas quais se distribuem as atuações dos docentes credenciados: Biologia e Comportamento Animal, Ecologia, Taxonomia de Grupos Recentes e Zoologia Aplicada.

O prazo de defesa das dissertações e teses, de acordo com as exigências da CAPES, é de no máximo de 2 anos para o Mestrado e de 4 anos para o Doutorado. Outros detalhes podem ser encontrados na apresentação do Mestrado e do Doutorado, ou ainda no Regimento Interno.

Mestrado

O Mestrado em Biologia Animal foi iniciado em 1994, já tendo sido defendidas até o momento mais de 286 dissertações.

De acordo com o Regimento Interno, O curso de Mestrado terá duração mínima de 12 (doze) e máxima de 24 (vinte e quatro) meses, contados a partir do mês/ano da matrícula inicial até o mês/ano da defesa da dissertação, devendo o aluno ter obtido neste período o total de créditos exigidos. O candidato ao título de Mestre deverá completar um mínimo de 24 (vinte e quatrp) créditos, dos quais 10 (dez) deverão ser referentes às disciplinas obrigatórias e 14 eletivas .

O candidato à obtenção do grau de Mestre deverá satisfazer as seguintes condições: 

  • ter obtido o número de créditos previsto no Regimento;
  • ter apresentado dissertação e ter sido esta aprovada, de acordo com o que estabelece o Regimento;
  • ter preenchido todas as exigências feitas pela Resolução 10/2008 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão/UFPE e as contidas no Regimento;
  • comprovar ter submetido artigo completo, relativo aos resultados obtidos na sua pesquisa, para publicação em revista científica Qualis B3 ou superior, qualificada pela área de Ciências Biológicas I da CAPES;

Doutorado

Em julho de 2007 a CAPES em sua 97ª reunião do CTC resolveu aprovar a abertura do Doutorado em Biologia Animal. A primeira turma teve ingresso em 2008, e são atualmente ofertadas um máximo de 10 vagas para o nível de Doutorado por ano. Até o momento foram defendidas mais de 30 teses.

De acordo com o Regimento Interno, o curso de Doutorado terá duração mínima de 24 (vinte e quatro) e máxima de 48 (quarenta e oito) meses, contados a partir do mês/ano da matrícula inicial até o mês/ano da defesa da dissertação/tese, devendo o aluno ter obtido neste período o total de créditos exigidos. O candidato ao título de Doutor deverá integralizar um mínimo de 24 (vinte quatro) créditos, sendo quatro em disciplinas obrigatórias.

O candidato à obtenção do grau de Doutor deverá satisfazer as seguintes condições:

  • ter obtido o número de créditos previsto no Regimento;
  • ter apresentado tese e ter sido esta aprovada, de acordo com o que estabelece o Regimento;
  • ter preenchido todas as exigências feitas pela Resolução 10/2008 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão/UFPE e as contidas no Regimento;
  • ter sido aprovado em exame de qualificação, realizado durante o terceiro ano de Curso, que consistirá na defesa pública de manuscrito, a ser submetido a revista científica Qualis B3 ou superior, qualificada pela área de Ciências Biológicas I da CAPES, baseado nos resultados obtidos durante o trabalho de tese, perante banca examinadora composta por três Docentes do Curso, excluindo o orientador, indicados pelo Colegiado.
  • ter uma publicação relacionada ao seu projeto de tese aceita em revista científica Qualis B3 ou superior.