O NUSP O NUSP

O Núcleo de Saúde Pública e Desenvolvimento Social (NUSP) é o órgão suplementar da UFPE responsável por desenvolver projetos e programas de promoção da saúde no âmbito da Universidade e fora dos limites acadêmicos. A ações são executadas por meio de convênios firmados com organismos e instituições nacionais e internacionais levando benefícios a todas as regiões pernambucana.

A importância do NUSP é reconhecida no Brasil e no exterior. O órgão integra a Rede Nacional de Núcleos de Promoção da Saúde e Prevenção da Violência, do Ministério da Saúde, a Rede de Municípios e Comunidades Saudáveis, da Organização Pan-Americana de Saúde, e a União Internacional de Promoção e Educação em Saúde, com sede em Paris, na França. 

Desde a sua criação, em 2005, o NUSP contou com o apoio e a participação de quase uma centena estudantes de graduação da UFPE interessados contribuir, na área da saúde pública e do desenvolvimento social, para o incentivo à aprendizagem, produção do conhecimento científico e fortalecimento da cidadania.

História

Entre os órgãos suplementares da UFPE, o Núcleo de Saúde Pública e Desenvolvimento Social (NUSP) é um dos mais novos. Ao contrário da maioria das outras instâncias, criadas na década de 70, o NUSP surgiu no início do século XXI. Em 2005, a unidade deixou de ser um setor do Centro de Ciências da Saúde (CCS) e ganhou maior dimensão e visibilidade.

A criação do NUSP visava dotar a Universidade de um núcleo voltado para a discussão, estudo e apoio das questões referentes à saúde pública e sua relação com a sociedade. Inicialmente, as áreas-piloto de trabalho do órgão envolviam projetos e ações desenvolvidos nos município do Recife (Região Metropolitana), Brejo da Madre de Deus (Agreste) e Macaparana (Zona da Mata).

No Recife, os trabalhos se concentraram no bairro do Ibura, na zona oeste da cidade, e envolviam pesquisas sobre pobreza e saúde na localidade, uma das áreas mais carentes da capital pernambucana. Em Brejo da Madre de Deus e em Macaparana, a investigação dos docentes e alunos era acerca de questões ambientais, como o saneamento urbano.

Com o passar dos anos, as pesquisas foram evoluindo para outras localidades do Estado, resultando na construção da Rede Pernambucana de Municípios Saudáveis. Hoje, essa rede é um dos maiores destaques do Núcleo de Saúde Pública e Desenvolvimento Social da UFPE.

Missão

  • Desenvolver projetos e programas de promoção da saúde no âmbito da Universidade e fora dos limites acadêmicos
  • Incentivar a aprendizagem e a produção do conhecimento científico no que diz respeito às questões de saúde pública e desenvolvimento social
  • Busca a ampliação de sua rede de parceiros para executar um maior número de ações que atendam a diversos segmentos da sociedade.