Projetos Projetos

Projeto 1. Avaliação de métodos de propagação em oleaginosas perernes (FACEPE APQ-0929501/10)

Descrição: O objetivo geral deste projeto é determinar uma tecnologia para propagação de seis espécies perenes, através do método sexuado ou da propagação in vitro (cultura de tecido). Foram escolhidas seis espécies com possibilidade de usos múltiplos pela população local, além do conteúdo oleaginoso da semente das espécies, elas podem ser empregadas para outros fins locais.

 

Projeto 2. Aumento da tolerância em plantas jovens de espécies lenhosas da caatinga aos estresses salino e seca. (FACEPE APQ-0829-2.03/12 )

Descrição: O presente estudo tem como principal objetivo avaliar a tolerância à seca e salinidade em plantas jovens de espécies lenhosas nativas da caatinga. A associação com com fungos micorrízicos tem se mostrado um mitigador de estresse abiótico, entre eles nutricional, frio, seca e salinidade. Outro fator mitigador do estresse hídrico é o suprimento de fósforo foliar no início do estresse. Dessa forma esta proposta integra estes dois mitigadores de estresse bem como busca respostas através de ferramentas fisiológica, bioquímica e molecular para estes efeitos sobre os vegetais.

 

 

Projeto 3. Ecofisiologia vegetal, anatomia e mecanismos de tolerância ao estresse abiótico em espécies na Caatinga (CNPq 470247/2013-4).

 Descrição: O presente estudo visa dar continuidade as pesquisas ecofisiológicas de espécies vegetais dentro do ecossistema Caatinga, na região semiárida nordestina brasileira. Análises dessa natureza são raras, portanto, existe uma longa lacuna a ser preenchida. Serão avaliadas ao longo desses três anos pelo menos quatro espécies lenhosas nativas e uma espécie exótica, altamente adaptada ao semiárido nordestino, porém pouco explorada como fonte de renda ou genética para o melhoramento vegetal, mas com grande potencial, principalmente medicinal já publicado na literatura.

 

Projeto 4. Aumento da biomassa de espécies lenhosas da caatinga em simbiose com micorrizas e recuperação de áreas degradadas no semiárido (FACEPE – Pronem-APQ-0336-2.03/14)

Descrição: O principal objetivo é avançar no conhecimento ecofisiológico sobre a tolerância ao estresse abiótico apresentado pela vegetação nativa da caatinga. Muito se fala em conservação e recuperação da floresta tropical seca, a qual se encontra em sua maior parte na região do nordeste brasileiro, entretanto, muito pouco se conhece da ecologia funcional dessas espécies, embora já tenhamos classificada a maioria delas presente nesta floresta.

 

Projeto 5. Espécies invasoras como modelo para estudos ecofisiológicos em ambientes semiáridos (CNPq 73202/2008-5)

Descrição: Este estudo avalia aspectos ecológicos e fisiológicos (relações hídricas, trocas gasosas) em plantas adultas no semi-árido e em plantas jovens sob condições controladas. Além disso, avalia a ecofisiologia da germinação das sementes. Isso implicará em conhecimentos para melhor manejo de plantas que se tornaram invasoras no semi-árido nordestino.

 

Projeto 6. Relações hídricas e aspectos ecofisiológicos de espécies perenes com potencial uso para biocombustíveis no semiárido nordestino (CNPq-483550/2010-8)

Descrição: O atual projeto visa estudar no mínimo três espécies perenes que possuem potencial econômico para obtenção de óleos destinados a biodiesel, no entanto, ainda é raro o cultivo comercial das mesmas. Dessa forma, pretende-se ampliar as opções de pequenos e médios produtores rurais do semi-árido nordestino, podendo assim, cultivar espécies rústicas com finalidade econômica.