O CCEN O CCEN

O Centro de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN) foi fundado em 1974, sob a direção do Professor José de Medeiros Machado, a partir do então Instituto de Física e Matemática. Inicialmente, esse centro era formado pelos Departamentos de Estatística e Informática, Departamento de Física, Departamento de Matemática e, posteriormente, em 1982, foi criado o Departamento de Química Fundamental. Em 1999, o Departamento de Informática desvinculou-se do CCEN para formar o Centro de Informática (CIn).

O CCEN é um dos mais significativos polos de produção do conhecimento do País nas áreas de Estatística, Física, Matemática e Química, contando com cerca de 130 professores em regime de dedicação exclusiva, sendo uma parcela bem significativa formada por pesquisadores que são bolsistas de produtividade de pesquisa do CNPq ou de reconhecimento internacional.

Os seus quatro departamentos desenvolvem cursos de pós-graduação nos níveis de mestrado e doutorado, todos com conceito na CAPES superior ou igual a cinco, numa escala que vai de dois a sete.

Por estar localizado numa região que vem apresentando intenso crescimento econômico nos últimos anos, coloca-se naturalmente como um espaço de referência para a formação de capital humano, capacitação e para a formulação de ideias propulsoras dos processos que fermentam o desenvolvimento do nosso Estado. Suas atividades estão direcionadas à formação de professores e profissionais, desconstruindo os preconceitos e permintindo a construção de parcerias frutíferas. Os seus cursos de graduação e pós-graduação possibilitarão o uso das ciências exatas como instrumento fundamental de melhoria do nosso capital humano para atender as crescentes demandas do mercado de trabalho.

Estimulamos a produção de conhecimento com qualidade nas quatro áreas citadas, produzimos ações sociais que permitem uma maior inserção qualificada na sociedade e contribuímos para a formação continuada dos professores da rede pública do estado por meio de cursos de extensão. Somos um centro de prestigio acadêmico indiscutível no País, pois caminhamos, sem desvios, na direção do reconhecimento do mérito e de sua busca incessante. O CCEN é um motivo de orgulho para as ciências exatas do Brasil e, em especial, para a sociedade pernambucana.

São ex-diretores desse centro: os professores José de Medeiros Machado, Roberto Ramalho, Sérgio Machado Rezende, Gilberto Fernandes de Sá, Ivon Palmeira Fittipaldi, Cid Bartolomeu de Araújo, Alfredo Mayall Simas, Manoel Lemos e Gauss Cordeiro. Atualmente, o Diretor e Vice-Diretor do CCEN são, respectivamente, Marcelo Navarro e Leandro Chaves. Considerando dados relativos às publicações em periódicos internacionais dos cientistas brasileiros no período 2009-2011, os pesquisadores do CCEN contribuiram com um percentual bastante significativo: cerca de 0,68% da produção científica brasileira total.  

O CCEN é composto por quatro Departamentos Acadêmicos com, aproximadamente, 1.096 alunos matriculados, e pela Coordenação da Área II, que é responsável pelo ensino, no primeiro semestre de 2012, de 18 diferentes disciplinas em 162 turmas dos ciclos básicos das Ciências Exatas e das Engenharias, totalizando 8991 matrículas de aproximadamente 2400 alunos.

 

Missão e objetivos

O que caracteriza o CCEN é a qualidade dos seus trabalhos de pesquisa. O que se reflete no prestígio nacional e internacional dos vários de seus pesquisadores que participam de Comitês Técnico-Científicos, nacionais e internacionais, do Corpo Editorial de revistas especializadas e têm seus trabalhos citados regularmente em publicações especializadas, nacionais e internacionais. 

Os objetivos do CCEN, neste contexto, são:

  • Gerar conhecimento científico básico e de fronteira, no que se refere à competitividade internacional;
  • Formar recursos humanos de alto nível, para fomentar o desenvolvimento tecnológico da região; e
  • Estimular e propiciar condições para o desenvolvimento de tecnologias de ponta com elevado conteúdo científico.

Estrutura

O Centro de Ciências Exatas e da Natureza ocupa um prédio de 23.151 m², com vários blocos interligados abrigando:

  • Salas de aula;
  • Laboratórios de ensino e pesquisa;
  • Biblioteca Setorial;
  • Oficinas de apoio técnico;
  • Salas de apoio administrativo;
  • Gabinetes dos professores;
  • Sala de estudos dos alunos de Pós-Graduação

 

Latera

Corredores Internos

Jardim do acesso Principal

Laboratório de Química

Bloco A: Salas de aula, gabinetes de professores

Pátio Interno

 

Data da última modificação: 06/01/2017, 13:24