Projetos Projetos

Conjuntos de ações processuais e contínuas de caráter educativo, social, desportivo, cultural, científico ou tecnológico, com objetivo definido e prazo determinado.

Fluxo para emissão de pareceres de projetos/relatórios de pesquisa e extensão:

Servidores e alunos do CAp

Projeto de Pesquisa / Extensão de servidor do CAp que envolva ação pedagógica

SOEP

(Parecer)

ÁREA

(Aprovação)

(Caso docente)

CTA

(Aprovação)

NUPEXC

(Registro, acompanhamento e arquivamento)

Projeto de Pesquisa / Extensão de servidor do CAp que NÃO envolva ação pedagógica

NUPEXC

(Parecer)

ÁREA

(Aprovação)

(Caso docente)

CTA

(Aprovação)

NUPEXC

(Registro, acompanhamento e arquivamento)

Projeto de Pesquisa / Extensão sob orientação de servidor do CAp

NUPEXC

(Protocolo)

CTA

(Informe)

NUPEXC

(Registro e arquivamento)

 

xxx

Projetos Institucionais de Iniciação Científica de alunos do CAp

NUPEXC

(Protocolo)

CTA

(Informe)

NUPEXC

(Registro e arquivamento)

 

xxx

Relatório final de Projeto de Pesquisa / Extensão de servidor/aluno do CAp

NUPEXC

(Parecer)

ÁREA

(Aprovação)

CTA

(Aprovação)

NUPEXC

(Arquivamento)

Público externo ao CAp UFPE

Projetos de Pesquisa / Extensão - público externo ao CAp

SOEP

(Parecer)

CTA

(Aprovação)

NUPEXC

(Registro)

SOEP

(Registro e arquivamento)

           

 

PROJETOS 2016

PESQUISA

***

Formação de mão de obra em estudo comparado: o desenvolvimento da região litoral norte de Pernambuco em comparação ao complexo industrial do litoral sul – Prof. Erinaldo Ferreira do Carmo

O projeto de iniciação científica – PIBIC CNPq –  “Formação de mão de obra em estudo comparado: o desenvolvimento da Região Litoral Norte de Pernambuco em comparação ao Complexo industrial do Litoral Sul”, da  aluna da graduação em Ciência Política do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFPE, Stéphanie Moura de Oliveira, sob a orientação do professor do Colégio de Aplicação da UFPE, Erinaldo Ferreira do Carmo, teve início em agosto de 2015 e término previsto para julho de 2016. Tem por objetivo verificar a relação entre a formação da mão de obra local e a necessidade das empresas. Especificamente visa a identificar as unidades (SENAC, SENAI, SEABRAE, Escolas técnicas, IFPE) que fornecem cursos na região; analisar  as demandas presentes e futuras das empresas da região; analisar de que forma a mão de obra local se enquadra nesse projeto.

*

Análise dos fatores que afetam o desempenho e a satisfação dos alunos do ensino fundamental e médio com o uso e a construção de conteúdo audiovisual – Profa. Ana Maria Souza

O Projeto “Análise dos fatores que afetam o desempenho e satisfação dos alunos do Ensino Fundamental e Médio com o uso e construção de conteúdo audiovisual”, orientado pela professora Ana Maria Alves de Souza, objetiva analisar a contribuição da elaboração de paródias, músicas e videoclipes como recurso para auxiliar o ensino e a aprendizagem de conteúdos escolares de química, na educação básica. Espera-se com esse estudo se ampliar a reflexão a respeito dos limites e potencialidades dos recursos citados no processo de aquisição dos conceitos em química.

*

História e Memória do TRT Pernambuco: Processos Trabalhistas dos Municípios de Palmares e Nazaré da Mata, 1963 a 1985 – Professores Márcio Vilela e Pablo Porfírio

O projeto “História e Memória do TRT Pernambuco: Processos Trabalhistas dos Municípios de Palmares e Nazaré da Mata, 1963 a 1985” tem por objetivo o trabalho de higienizar, catalogar, digitalizar e disponibilizar na web, 13 mil processos trabalhistas que compõem as varas dos municípios de Palmares e Nazaré da Mata, em Pernambuco, de 1963 a 1985.  O referido trabalho também pretende ampliar a produção de pesquisas dos mestrandos, doutorandos e professores do CFCH e CE desta Universidade, bem como de demais instituições brasileiras, em torno do acervo. Além disso, visa a realizar seminários e reuniões científicas sobre tal acervo histórico. O projeto está vinculado ao Departamento de História da UFPE e dispõe de condições funcionamento e financiamento independente do Colégio de Aplicação. O Projeto ganha grande relevância no cenário de Pernambuco, sobretudo por: permitir o salvamento da documentação da história do trabalho; fomentar a produção acadêmica no campo da historiografia relacionada à Justiça do Trabalho em Pernambuco; proporcionar a investigação sobre o mundo social, cultural e político revelado em nas leituras das peças dos processos; e preservar a memória do Estado.

*

Memórias indigenistas: salvaguarda e disponibilização do acervo do CIMI/NE – Prof. Edson Silva

Projeto “Memórias indigenistas: salvaguarda e disponibilização do acervo do CIMI/NE”, coordenado pelo prof. Edson Hely Silva, foi aprovado no EDITAL POVOS ORIGINÁRIOS DO BRASIL - MinC/UFPE. (Acessar o resultado em: http://www.cultura.gov.br/documents/10883/1339107/ResultadoFinal_PovosOriginarios.pdf/83ed862e-8814-41da-a485-a28358723dce) Em âmbito regional, as ações propostas fazem parte do projeto “Memórias Indigenistas no Nordeste”, que nasceu a partir da articulação entre diversas instituições com o objetivo de identificar, salvaguardar e promover uma diversidade de acervos histórico-documentais que constituem parte significativa do patrimônio cultural produzido através da ação indigenista entre os povos indígenas na região Nordeste do Brasil. O projeto vem se configurando em torno de duas principais linhas de atuação: 1. Identificação, salvaguarda, promoção e disponibilização de acervos documentais produzidos durante a ação indigenista junto aos povos indígenas na região Nordeste. Nesta linha de atuação, vem sendo implementadas metodologias colaborativas que objetivam a realização do tratamento técnico sob estes acervos através da definição de políticas de gestão de acervos institucionais e da interlocução junto aos atores e coletividades indígenas de que tratam. 2. Desenvolvimento de atividades sistemáticas de pesquisa sobre os acervos e as memórias das organizações e atores indigenistas, estimulando a publicação de documentos e a produção científica interdisciplinar sobre o campo indígena e indigenista na região Nordeste.  Ao aliar estas duas linhas de pesquisa em torno de projetos interconectados de pesquisa e salvaguarda de acervos indigenistas, objetiva-se construir canais de diálogo com as organizações de professores/as indígenas e com as iniciativas existentes de organização da memória, catalogação de materiais e produção de acervos, a exemplo dos diversos museus indígenas, casas de memória, casas de cultura, espaços comunitários e/ou pontos de cultura e memória.

*

Resgate Histórico do Ensino do Cinema no CAp/UFPE – Profa. Jane Pinheiro

O projeto “Resgate Histórico do Ensino do Cinema no CAp/UFPE” teve início em março de 2010, sendo aprovado pelo Conselho Técnico-Administrativo em 31.03.2010 e aprovado pela Câmara de Pesquisa e Pós-Graduação da UFPE em 22.06.2010 (Processo 23076. 023409/2010-04). Em 2010, a professora trabalhou na coleta de dados e escreveu um artigo, apresentando-o em congresso na Argentina no ano seguinte. O cronograma inicial não pôde ser cumprido porque a pesquisadora foi aprovada no doutorado em Antropologia na PUC - SP. Em 2016, tendo concluído o doutorado, propõe-se a finalizar a referida pesquisa. O projeto em questão objetiva resgatar a história do ensino do cinema e do vídeo no CAp dos anos 1990 aos 2010, buscando recuperar as inúmeras versões das disciplinas nessas duas décadas. Pretende, mais especificamente, investigar as diversas metodologias usadas no ensino do cinema/vídeo, bem como criar um banco de imagens com os filmes produzidos nas referidas disciplinas. A pesquisa justifica-se pela potencial relevância de seus dados e suas discussões ampliarem o debate sobre o ensino de cinema na Educação Básica, evidenciando-o enquanto recurso didático, linguagem, história e fazer artístico para as diversas disciplinas escolares.

*****

EXTENSÃO

***

Canta CAp: Educação musical e prática coral – Professores Rodrigo Luna e Klesia Andrade

O Projeto de extensão “Canta CAP: Educação Musical e prática coral” objetiva desenvolver atividades músico-educativas por meio de prática do coro infanto-juvenil. Os sujeitos da ação extensionista serão os alunos do ensino fundamental, do 6º ao 8º ano, deste CAp/UFPE. Os ensaios acontecem às quartas-feiras, no horário das 12h30m às 13h30m. Por se tratar de uma proposta de educação musical através da prática coral, os ensaios têm como referência metodologias que fornecem descobertas sonoras.

*

Brigada juvenil de enfrentamento ao mosquito Aedes Aegypti – Prof. Danilo Carvalho

O panorama mundial de pessoas infectadas pelo vírus Dengue é de extrema relevância no âmbito de Saúde Pública. Milhões de pessoas são acometidas anualmente com essa doença, e estratégias de controle devem ser tomadas a fim de reduzir o quadro de pessoas infectadas pelo vírus. Recentemente, outras duas arboviroses ganham importância no cenário da saúde pública nacional e mundial acometendo um número expressivo de pessoas infectadas pelos vírus Chikungunya e Zika. Essas três viroses, são transmitidas pelo mesmo vetor, o mosquito Aedes aegypti. Diante da inexistência de vacinas disponíveis para conferir  imunogenicidade à população, as ações de controle e prevenção dessas doenças são voltadas especialmente para o controle vetorial. É de suma importância valorizar ações voltadas para o controle do mosquito, desde o controle e redução do número de criadouros, retirada massiva de ovos do ambiente com armadilhas de oviposição, até ações de educação e saúde, voltadas para a sensibilização da população para a atenção e cuidado dos possíveis criadouros do mosquito. Diante dessa problemática, o presente projeto pretende estruturar, no âmbito da educação básica, uma brigada juvenil de enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti, com ações que envolvem a instalação de armadilhas controle no Centro de Educação e Colégio de Aplicação da UFPE (CAp), visando à redução da densidade populacional do mosquito nas proximidades do CAp e a estruturação de uma exposição didática itinerante, para sensibilização de alunos e professores da rede básica de ensino municipal de estadual localizadas no entorno da UFPE.

*

Sala de leitura João Cabral de Melo Neto da comunidade CIS/CAp-UFPE - Professoras Cristina Almeida e Adriana Rosa

Em atividade desde 2013, inicialmente intitulado de “Laboratório de pesquisas e práticas de leitura da Comunidade de Roda de Fogo”, o projeto ‘Laboratório de pesquisas e práticas de leitura’ articula-se à política extensionista da UFPE, associando-se às duas grandes áreas temáticas, UFPE & Educação Inclusiva e UFPE & Políticas Culturais, principalmente no que diz respeito à formação continuada de leitores da comunidade de Roda de Fogo e Engenho do meio, qualificando crianças e jovens e reafirmando seu direito à cultura. O Projeto de pesquisa e extensão está voltado para a motivação da leitura entre os alunos da Rede Pública de Ensino, suprindo lacunas da educação gratuita. Trata-se de uma ação que envolve o trabalho com a leitura literária de cunho crítico. Dentre as ações, também estão previstas: aquisição de acervo literário para a sala de leitura, bem como a sua catalogação e disponibilização para empréstimo; orientação de leituras aos usuários da sala; oficinas pedagógicas de leitura e produção de textos literários; evento de socialização de leituras ('Semana da Leitura e Literatura do Laboratório de Roda de Fogo'), destinado à comunidade de Roda de Fogo.

*

África: Estudos e produção do conhecimento no ensino médio - Profa. Érica Oliveira

O Projeto de Extensão intitulado “ ÁFRICA: ESTUDOS E PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO NO ENSINO MÉDIO”, coordenado pela professora Érica Patrícia Barbosa de Oliveira, é uma continuidade do Projeto “África e cinema”, iniciado em 2013. Neste sentido, o projeto ora apresentado tem como objetivo promover a capacitação de professores da rede pública e estudantes das licenciaturas  para o ensino da história e da cultura dos povos africanos. O público-alvo é constituído pelos seguintes participantes: estudantes das licenciaturas da UFPE, UFRPE e UPE, bem como professores das redes públicas municipal e estadual. A metodologia consistirá na realização de três ações de capacitação com três turmas de aproximadamente 40 participantes, os quais deverão assistir filmes e acompanhar textos que embasem os estudos relativos aos mesmos ; será utilizado também o livro ÁFRICA,  produzido por alunos e professores do Colégio de Aplicação.

*

Estudos e reflexões para prática docente – Nupexc – professores Adriana Rosa, Helena Sandra Gouveia, Moacir Espar.

O Projeto ESTUDOS E REFLEXÕES PARA PRÁTICA DOCENTE propõe-se a fomentar o debate sobre o fazer pedagógico na educação básica, tendo como princípio o direcionamento do olhar do docente para reflexão crítica das práticas de sala de aula, e da sua prática em particular. Nesse sentido, compõe-se da oferta programada de minicursos, palestras, oficinas, entre outas atividades formativas, nas diversas áreas do conhecimento, cujos temas nascem das experiências acadêmicas exitosas realizadas no Colégio de Aplicação, espaço de experimentação pedagógica da UFPE, bem como das grandes questões contemporâneas que circundam os debates na área da Educação. Também se alimentam da escuta compreensiva e ativa dos relatos de professores da educação básica da rede pública em fóruns promovidos em eventos de formação continuada de docentes em Pernambuco, lócus em que se debate a situação do trabalho docente e as perspectivas para Educação pública no país. Como ação basilar, o Projeto oferta ações que têm como objetivo principal propiciar aos licenciando e docentes da educação básica a oportunidade de aprofundar a reflexão sobre as práticas pedagógicas, em distintos campos do conhecimento, tendo como princípio a articulação teoria-prática. Os desafios da formação docente e a qualidade do ensino na escola contemporânea estarão em pauta nos debates que se associam às atividades propostas.

*

Escolinhas esportivas no CAp UFPE (2016-7) – Profa. Rita Rodrigues

Numa lógica moderna de um desporto dinâmico e pungente, carregado de sentidos e   significados histórico-econômico-social, o Projeto de Escolinhas do Colégio de Aplicação/UFPE propõe antes de tudo um afastamento de uma lógica tecnicista, elitista e que preza por uma especialização precoce em detrimento de uma aprendizagem horizontal, que contextualiza o esporte e reflete sobre as contradições existente na eminência da prática entre o individual e o coletivo, que investe no auto rendimento, e que no movimento da prática do desporto coopera para atender as necessidades do desenvolvimento cognoscitivo dos educandos. Nesse sentido, orientados  pelo Modelo de Educação Desportiva (MED) o que se segue nesse projeto deve ser a projeção teórico-metodológico para a prática esportiva lúdica e educativa. As Escolinhas Esportivas, inicialmente, contemplarão as modalidades de Futsal e Voleibol. Serão realizadas uma vez por semana, com duração de duas horas.

*

Ginástica Laboral no CAp UFPE (2016-7) - Profa. Rita Rodrigues

O projeto de extensão “Ginástica Laboral no CAp UFPE” tem por objetivo desenvolver atividades que contribuam para melhoria da condição de trabalho, bem como das relações interpessoais do trabalhador. Também tem por proposta contribuir com a formação de estudantes da graduação em Educação Física (e outras) como campo de atuação e pesquisa. Especificamente, visa a realizar exercícios físicos que possibilitem uma melhoria da condição corporal no trabalho e para o trabalho; incentivar a prática regular de exercícios físicos e alimentação saudável como condição para manutenção da saúde; promover dinâmicas de grupo. A ginástica laboral pretende ser realizada junto aos servidores dos diversos setores do CAp, que desejarem participar do projeto, por dez ou quinze minutos diários.

*****

PROJETO DE INTERNACIONALIZAÇÃO DO CAp/UFPE

***

Bilinguismo/DNL (Disciplina não linguística) no Colégio de Aplicação.

Coordenação: Profa. Fernanda Cristina Puça França

Bilinguismo/DNL (Disciplina Não Linguística) no Colégio de Aplicação.

O projeto de bilinguismo no Colégio de Aplicação do Centro de Educação da Universidade de Pernambuco (CAp/UFPE) através da implementação de disciplinas não linguísticas (DNL) ministradas em francês tem como objetivo proporcionar novas situações de aprendizagem que ajudem os alunos na sua formação e contribuir para a formação de jovens protagonistas, com conhecimento da língua francesa e com as competências necessárias para sua efetiva participação no mundo globalizado do século XXI.

Os professores são convocados das diferentes áreas do conhecimento, personagens essenciais, que ministram disciplinas não linguísticas (DNL) e desenvolvem um trabalho colaborativo entre alunos e professores, estimulando-os ao exercício de sua criatividade.

Num ensino bilíngue as duas línguas de trabalho para os alunos são usadas, a língua materna do aluno e a língua estrangeira (português e francês). Essas duas línguas são usadas de maneira equilibrada, de forma alternada (micro e/ou macro alternâncias). O objetivo da DNL (Discipline non linguistique – disciplina não linguística) é ensinar o todo ou parte de um programa de uma ou diferentes disciplinas em uma língua estrangeira.

Estudos mostram vantagens para os alunos bilingues. Observa-se flexibilidade cognitiva das crianças que possuem o hábito de passar de um sistema de símbolos a outro. Elas possuem uma capacidade de abstração maior e isso potencializa a construção de conceitos e a resolução de problemas abstratos. Elas percebem que existem mais de uma forma de se expressar em diferentes situações, acham facilmente diferentes respostas à uma questão ou à um problema, são criativas e estão abertas a outras culturas.

Acreditamos que o trabalho apresentado possa desenvolver nos alunos e professores de DNL envolvidos, enriquecimento linguístico, cognitivo e social. Esses benefícios não serão atingidos apenas pela justaposição dos ensinos das duas línguas e da disciplina escolar. Uma didática integrada, consciente e explícita se impõe para o sucesso do trabalho em tela. Integrar didáticas das duas línguas e da disciplina escolar, respeitando as especificidades de cada uma.

 

Professores participantes do projeto CAp/UFPE:

- Alfredo Matos Moura Jr (biologia)

- Edson Wagner Falcão – FLE (francês língua estrangeira)

- Érica Patrícia (geografia)

- Fabiana Vidal (artes visuais)

- Fernanda Cristina Puça França – FLE (francês língua estrangeira)

- Rodrigo Luna (educação musical)

- Tarcísio Rocha (matemática)

*

PROJETO DE INTERCÂMBIO ESCOLAR – RECIFE/BREST

INTERNACIONALIZAÇÃO DO CAp/UFPE

ESCOLAS PARCEIRAS: Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Pernambuco – Recife – Brasil e Collège/ Lycée d’Iroise, Brest, França.

Período: 17 de janeiro – 05 de fevereiro de 2017.

Professores acompanhantes: Tarcísio Rocha dos Santos e Fernanda Puça França

Coordenadora do projeto: Profa. Fernanda Cristina Puça França

A essência do projeto reside na vontade comum de transmitir aos alunos a importância do contato com uma cultura diferente da sua. O objetivo é levar os alunos a construir uma cultura europeia através da descoberta da cidade de Brest.

O presente projeto faz referência ao protocolo de Intenções firmado entre a Universidade Federal de Pernambuco e a Embaixada da França no Brasil (no 34.2016/UFPE. PROC. 023076.40865/2016.04). link do protocolo

O objetivo do projeto é contribuir para o desenvolvimento do aluno como um todo através da integração de culturas, entendimento e aceitação da diversidade cultural, como também, construção de parcerias educacionais que ajudem na formação do mesmo.

Atividades que devem ser desenvolvidas pelos alunos: participação em aulas e estudo de campo; participação ativa nas atividades culturais promovidas pela instituição/ família hospedeira; comunicação preferencialmente na língua francesa; realizar registro da viagem através de escrita de diário de bordo com registro informal, reflexões, fotos e etc. que será apresentado na volta aos que fazem o Colégio de Aplicação.

As partes envolvidas: Colégio de Aplicação/UFPE, Collège-Lycée d’Iroise, famílias francesas, professores CAp, alunos e famílias CAp; desempenharão papel importante da realização e no bom desenvolvimento desse projeto.

*****

PROJETOS 2015

***

  • Sala de leitura João Cabral de Melo Neto da comunidade CIS/CAp-UFPE

Coordenação: Profa. Cristina Almeida

  • Formação continuada de licenciandos e professores de Química para a construção do conhecimento utilizando a produção de curtas metragens como estratégia

Coordenação: Profa. Kátia Aquino.

  • Matroginástica no CAp/UFPE: oficina de ludicidade, corporeidade e percepção entre diferentes gerações

Coordenação: Prof. Marcelo Barreto

Comissão de trabalho: Madson Gois, Adriana Rosa, Lavínia Ximenes, Cristina Almeida, Fernanda Puça e Ana Maria Alves

Comissão de trabalho: Adriana Rosa, Lavínia Ximenes, José Aércio Chagas, Edson Silva e Madson Diniz

*

PROJETOS 2014

 

*

PROJETOS 2013

 

*

PROJETOS 2012

 

*

PROJETOS 2011

 

  • Construindo a História da Atualidade
  • Mais Resenha! Nas Linhas da Leitura Crítico Literária

*

PROJETOS 2010

 

  • ETS (Ecologia por uma Terra Solidária)

*

PROJETOS 2018-9

 

O CAP VAI À ESCOLA:

  • Projetos Integrados
  • Projeto de Ações Educativas Continuadas - Construindo a cidadania
  • Intercâmbio Acadêmico
  • OPUS

*

PROJETOS 2017

 

  • A Genética e a Biotecnologia Chegam às Escolas
  • Construindo a História da Atualidade
  • Pra gostar de química: um estudo das motivações e interesses dos alunos da 8a série do ensino fundamental sobre Química.
  • Ações Educativas Continuadas na Prevenção a Aids - O Papel da Escola
  • Escolha Profissional e Projeto de Vida - EPPV

*

2002

  • Educação em Saúde para o Controle e Prevenção da Doença Coronária em Escolas Estaduais e no Colégio de Aplicação da Universidade Federal De Pernambuco – UFPE.

2001

  • PD Artes
  • PD Educação para o trânsito

2000

  • Ecologia por uma Terra Solidária (ETS)
    Silva, Pollyanna do Amaral, Alves, Ranilson de Amorim. Verificação da influencia da orientação prévia no emprego de três técnicas de escovação, na remoção de placa bacteriana, em alunos do colégio de Aplicação da UFPE. In: Anais do XV Congresso Pernambucano de Odontologia, p.74, 2000
  • PD Recife

Contato Contato

Secretaria
(81) 2126-8332
Coordenação do Ensino Médio
Coordenação do Ensino Fundamental

Localização Localização

Endereço

Avenida da Arquitetura S/N Cidade Universitária
CEP 50740 - 550
Código do CAp/CE/UFPE no INEP: 26124297

Links Links