Voltar

“Água e suas Aplicações Industriais” é o tema do primeiro AIMday UFPE

Nesta primeira edição do AIMday UFPE, participaram 15 organizações dos setores público e privado, além de mais de 20 pesquisadores

Com o tema “Água e suas Aplicações Industriais”, aconteceu, na manhã e tarde de ontem (20), o AIMday UFPE, que reuniu representantes de organizações e pesquisadores da Universidade, no Centro de Estudos e Ensaios em Risco e Modelagem Ambiental (Ceerma), Campus Recife. A iniciativa é da Positiva UFPE – Diretoria de Inovação, com o apoio da sua Coordenação de Articulação e Promoção de Parcerias Estratégicas (Cappe) e da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento (Fade) da UFPE.

Foto: Inácio Lins

Evento foi promovido pela Positiva, com apoio da Fade

Com formato inovador, o AIMday foi realizado pela primeira vez na UFPE. “É uma metodologia em que Universidade propõe um tema que seja estratégico para a sociedade e o disponibiliza para que as empresas cadastrem questões e desafios. Na sequência, prospectamos, na Universidade, os pesquisadores que atuam com os desafios cadastrados e abre-se um período para que os mesmos analisem e se inscrevam, confirmando seus respectivos interesses. Nas sessões, deve haver a empresa interessada na questão e os pesquisadores interessados no desafio para que possam debater sobre o assunto”, explicou o diretor-adjunto da Positiva UFPE, Sérgio Aguiar.

A programação do encontro de ontem (20) foi composta por sete sessões com temas vinculados ao uso da água: Dessalinização; Tratamento de Efluente/Reuso da Água; Redução de Consumo/Otimização/Internet das Coisas; Água Subterrânea; Circuito Fechado de Uso da Água; Eutrofização; Water Pinch/Torre de Resfriamento. Divididos em grupos, os participantes debateram, durante uma hora, sobre um desafio em busca de conexões para superá-lo.

Nesta primeira edição do AIMday UFPE, participaram 15 organizações dos setores público e privado, além de mais de 20 pesquisadores, totalizando cerca de 60 pessoas. O objetivo central foi facilitar o relacionamento entre os atores, visando à discussão de ações para estimular o potencial de inovação do mercado de maneira sustentável. Tudo isso sob a perspectiva de princípios como pontualidade, simplicidade, abertura, proximidade, gratuidade e efetividade.

“É uma metodologia utilizada por um consórcio de dez universidades da Europa e da América Latina, projeto Listo, fruto de um edital da União Europeia, o Erasmus+, coordenado pela Universidade de Uppsala, na Suécia”, disse a diretora da Positiva UFPE, professora Solange Coutinho. “Os objetivos das atividades desse consórcio são aproximar universidade e empresa, além de também promover uma universidade empreendedora, que coadunam com a missão a qual a Positiva se propõe e já vem desenvolvendo, desde 2016”, completou.

ABERTURA – A mesa de abertura do AIMday UFPE contou com a presença da professora Solange Coutinho, de Sérgio Aguiar, do professor Raimundo Macedo (diretor do Observatório de Ciência e Tecnologia da UFPE), de Sunamita Costa (da Cappe/Positiva) e da professora Suzana Montenegro (diretora presidente da Agência Pernambucana de Águas e Clima – Apac).

A professora Suzana Montenegro afirmou ao público sobre a importância de “enxergar os diferentes papéis [na sociedade] e integrar todos” em prol da sustentabilidade e da qualidade de vida das pessoas. Para ela, este debate torna-se ainda mais significativo por acontecer na semana em que é comemorado o Dia Mundial da Água – celebrado amanhã (22).

 

 

Data da última modificação: 21/03/2019, 17:05