Voltar

UFPE é parceira de projeto de extensão da UFG que reúne relato de professores, estudantes e pais sobre a pandemia

Projeto conta com parceiros para produzir amostras representativas das memórias da pandemia

Estudantes, professores e familiares de estudantes – sejam da rede pública ou particular e da educação básica ou superior – podem contribuir com relatos para o projeto de extensão “Arquipélago de memórias: pandemia e vida cotidiana de professores/profissionais da educação, estudantes e pais/mães de alunos (famílias)”, que reúne diferentes instituições nacionais como a UFPE, e é coordenado pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (UFG). Os relatos devem ser enviados por meio do site do projeto e são anônimos.

“Esse projeto visa a produção de uma cápsula do tempo com relatos da duração histórica presente que incidem sobre o eixo pandemia, vida cotidiana e educação”, explica o professor Alexsandro da Silva, do Núcleo de Formação Docente do Centro Acadêmico do Agreste (CAA) da UFPE. A Universidade é uma das instituições parceiras – o projeto conta com parceiros em todo o país para produzir amostras representativas das memórias da pandemia.

“O acervo de memórias dos sujeitos mencionados no título do projeto corresponderá uma cartografia da educação escolar, do trabalho docente e respectivas interligações com a vida cotidiana a partir do fenômeno pandemia da Covid-19. O acervo pretende constituir-se como legado da experiência atual às gerações vindouras, não podendo ter a publicação de resultados analíticos em período inferior a quatro anos, contados a partir do lançamento do projeto”, explica a descrição.

Mais informações
Projeto Arquipélago de Memórias

arquipelagodememorias2020@gmail.com

Data da última modificação: 04/09/2020, 17:16