Ações Culturais Ações Culturais

Como instituição comprometida com a busca e com a democratização do conhecimento, uma universidade é um espaço privilegiado para a confirmação ou para a superação dos valores, das práticas e das ideias que conformam uma sociedade. Tal compreensão parece suficiente para evidenciar o caráter ontologicamente cultural das universidades. De certo modo, portanto, poderíamos dizer que tudo numa universidade é cultura.

Existem, porém, áreas da atividade universitária, quase sempre aquelas menos associadas às demandas por soluções para problemas imediatos, que mais naturalmente costumam ser reconhecidas como o “setor da cultura”. São áreas por onde circulam saberes indispensáveis às tentativas de compreensão da experiência humana, pois sem eles até mesmo a identificação dos nossos verdadeiros problemas – imediatos ou não – ficaria ainda mais difícil. Esses saberes estão na própria origem do ideal universitário, mas não raramente, sobretudo em momentos de crise, têm sua relevância interpelada por aferições mais u tilitárias do retorno a ser gerado pelos investimentos feitos nas universidades.  

Nesse raciocínio, no que tange à sua determinação de contribuir para o desenvolvimento cultural de nossa região, a Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proexc) da UFPE, com sua Diretoria de Cultura, tem procurado concentrar seus esforços no apoio a ações extensionistas que promovam oportunidades formativas, por meio do diálogo transformador entre a universidade e os demais setores da sociedade, atuando prioritariamente em duas específicas áreas, ambas essencialmente interdisciplinares, mas que sintetizam, em grande medida, o entendimento mais corrente (e razoavelmente plausível) da presença da “cultura” em uma universidade: a área das artes, com suas diversas linguage ns; e a área da memória e do patrimônio.