Foto de Capa

Proexc

A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura(Proexc) articula, acompanha e registra as atividades extensionistas da UFPE, e tem como instância deliberativa superior a Câmara de Extensão, a quem compete "estabelecer políticas, diretrizes, estratégias específicas e planos de ação, além de acompanhar e produzir sistemas de avaliação da produção extensionista da Universidade".

Destaques Destaques

Voltar

Laboratório vivo possibilita pesquisas e experimentos através de interação com a natureza

(Foto: Divulgação)

Em 2010, um grupo de alunos do Centro de Biociências da Universidade Federal de Pernambuco (CB/UFPE) sentiu a necessidade de criar um ambiente que possibilitasse a prática do conteúdo relacionado à Agroecologia e Permacultura que aprendiam em sala de aula e, assim, surgiu o Sistema Agroflorestal Experimental (Safe). Com auto-gestão do Coletivo Safe, sob coordenação da professora Cecília Costa e incentivo de Mônica Cox, Giberto Rodrigues, Patrícia Tiago, Thaís Santos, entre outros apoiadores, o espaço de 525 é sediado pelo próprio Centro, em uma tentativa de ocupar espaços ociosos transformando-os em espaços pedagógicos e de convivência. Além de projeto de extensão, funciona como um laboratório, viabilizando experimentos e pesquisas na área.

A partir da interação com a natureza, o projeto tem como objetivo encontrar soluções sustentáveis para desafios ambientais através da multidisciplinaridade. Estruturada em campos do conhecimento, a exemplo de economia solidária e empreendedorismo, a iniciativa envolve alunos e professores de diversas áreas, como Biologia, Engenharia Florestal, Medicina Integrativa, Educação Física, Cinema, Design, Arquitetura e Geografia. Assim, as discussões passam a ser compostas por múltiplas perspectivas e ideias, todas em prol de um propósito em comum.

De acordo com Mariana Maciel, co-fundadora do projeto, o Safe é um Sistema Agroflorestal Experimental onde mistura-se espécies nativas com espécies úteis ao ser humano, tanto de variedades florestais quanto agrícolas. A mistura “imita” a natureza e cria um ecossistema, que funciona de maneira limpa, sem o uso de agrotóxicos e pesticidas, o que transforma o local de cultivo em um ambiente sustentável. Entre os alimentos encontrados no espaço, estão abacate, acerola, abacaxi, açaí, amora e feijão.

O Sistema segue a linha de uma agricultura alternativa, socialmente justa, economicamente viável e ecologicamente sustentável, além de trabalhar com a proposta de arquitetar ambientes harmonizados entre seres humanos e animais, gerando diversidade, estabilidade e alimento de forma natural. Devido à pluralidade de espécies, o espaço permanece livre de determinados tipos de pragas e fungos que poderiam destruir as plantações, fato que prova o êxito na criação e manutenção do ecossistema construído.

(Foto: Natália Tavares - Proexc)

Alunos da Escola Cleto Campelo visitando o Safe

Autônomo e de gestão coletiva, o projeto de extensão frequentemente recebe escolas e membros da sociedade em geral, visando partilhar o conhecimento adquirido nos últimos anos e estimular o interesse dos visitantes em saúde ambiental e ecologia. No dia 07 de junho, em uma ação relacionada à Semana do Meio Ambiente, o Safe acolheu os estudantes da Escola Cleto Campelo, apresentando-os ao sistema agroflorestal, aos sistemas de plantio e de que forma eles podem ser viáveis para a sociedade. Cada vez mais, o Sistema Agroflorestal Experimental planta a semente da conscientização ambiental e do sentimento de compreensão e respeito pela natureza.

 

Mais informações

Sistema Agroflorestal Experimental (Instagram/Facebook)

saf.ufpe@gmail.com

Data da última modificação: 28/06/2019, 17:06

Eventos Proexc Eventos Proexc

Contatos Contatos

Proexc
(81) 2126-8130 / 8132
Secretaria
(81) 2126-8130 / 8132

Equipe Equipe

Christina Nunes
Pró-reitora
(81) 2126-8130
Luís Reis
Diretor de Cultura
(81) 2126-8642
Juliana Souza Oliveira
Diretora de Extensão
2126-8132