Pesquisadores investigam história das Rádios Comunitárias da Região Metropolitana do Recife

PDF Imprimir E-mail

A história das rádios comunitárias do Recife e Região Metropolitana é tema de estudo desenvolvido pela professora e pesquisadora do NuDoc Raldianny Pereira, com o apoio de 10 alunos do curso de jornalismo envolvidos nesse projeto de Iniciação Científica (PIBIC). 
Com o intuito de registrar a história e atuação dessas emissoras, os trabalhos destacaram a relação entre comunicação e cidadania, contemplando, basicamente, histórico, componentes e funcionamento dessas emissoras.

Rádios comunitárias são emissoras FM, com raio de alcance limitado a 1 km, que, através da sua programação, tem o objetivo de proporcionar informação, cultura e entretenimento a uma pequena comunidade. É um canal de comunicação destinado a ela e para divulgação das idéias das pessoas dessa comunidade. Além disso, uma rádio comunitária não pode ter fins lucrativos nem ligação político-partidária, nem religiosa. Mas, na prática, muitas não cumprem tais exigências.

A pesquisa mostra que a comunicação comunitária em Recife sofre muitas dificuldades financeiras. “Isso é um cenário comum não só em Pernambuco, mas também em boa parte do Brasil. Diante da falta de recursos, as rádios comunitárias recorrem a patrocinadores e se aliam a políticos, o que nada as diferencia de uma estação comercial comum”, explica a docente.

Segundo Raldianny Pereira, existem várias rádios não tem compromisso com a comunidade a qual faz parte e nem democratização da comunicação. “A centralização dessas emissoras é um grande desafio a ser enfrentado”, diz a professora. O estudante Hugo Bispo, envolvido na pesquisa concorda Pereira e percebe que o caráter coletivo é deixado de lado. “Como a rádio faz parte da comunidade, eles usam esse meio de comunicação como se fosse um hobby, que eles podem utilizar para se divertir” afirma o aluno de jornalismo.

As informações resultantes do estudo estão sendo organizadas para comporem um pequeno livro sobre a comunicação comunitária na Região Metropolitana do Recife e também farão parte do acervo de memória dos movimentos sociais em Pernambuco, organizado pelo NuDoc.

Mais informações
Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo. / Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.
(81) 2126.8799

 

[ voltar ]