Notícias Notícias

Voltar

Encontro discute lições do derramamento de óleo no navio Vital de Oliveira, em Salvador

Vice-reitor participou da reunião, ao lado de outros pesquisadores da UFPE

Com informações da Marinha

O vice-reitor Moacyr Araújo participou na quinta-feira (12), em Salvador (BA), de encontro com cientistas e pesquisadores de várias instituições envolvidos em ações de combate às manchas de óleo que invadiram centenas praias do Nordeste, a bordo do navio de pesquisa hidroceanográfico Vital de Oliveira, atracado na capital baiana. O evento serviu para discutir as lições do episódio, medidas futuras de prevenção e novos procedimentos que permitam respostas rápidas em acidentes semelhantes no futuro.

Foto: Divulgação

Fernando Jucá (Facepe), Moacyr Araújo e o almirante Marcos Sampaio Olsen 

Durante o evento, cujo nome oficial é “Reunião de Crítica Amazônia Azul – Síntese do Conhecimento Adquirido e Proposições decorrentes do Derramamento de Óleo no Mar”, os cerca de 60 participantes debateram todo o conhecimento adquirido pelos pesquisadores brasileiros envolvidos e conhecer, em primeira mão, as informações ambientais e dados coletados pelos técnicos e pesquisadores que integraram a missão oceanográfica realizada nas últimas semanas pelo navio Vital de Oliveira na área do derramamento. Docentes e alunos da UFPE também participaram da missão oceanográfica.

A expectativa da Diretoria Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM), organizadora do encontro, é a de colher o maior número possível de informações sobre o derramamento, considerado sem precedentes na história do combate à poluição do mar. "Uma nova reunião está prevista para ser realizada daqui a quatro meses, quando novos resultados decorrentes dessa campanha oceanográfica serão divulgados e explorados em mais detalhes", afirma o vice-reitor Moacyr Araújo, que também é professor do Departamento de Oceanografia da UFPE.

O derramamento de óleo e a grande mobilização de instituições civis e militares que se seguiu evidenciam, de acordo com a DGDNTM, a necessidade de se manter e agregar os esforços, e de se criar uma instituição capaz de coordenar, com eficiência, ações futuras de prevenção de impactos decorrentes de poluição no mar, principalmente a decorrente de vazamento de petróleo.

A iniciativa da DGDNTM de organizar a reunião de Salvador se alinha com a defesa, por parte da Marinha do Brasil e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), da criação do Instituto Nacional de Pesquisas Oceânicas (INPO). O instituto mobilizará equipes de pesquisadores no levantamento de dados ambientais que fundamentarão a formulação de ações emergenciais e de vigilância oceânica.

Data da última modificação: 17/12/2019, 16:27

Contato Contato

Secretaria

UFPE - Universidade Federal de Pernambuco CTG - Centro de Tecnologia e Geociências / Escola de Engenharia de Pernambuco Rua Av. da Arquitetura, s/nº CEP - 50740-550

(81) 2126 8200 / 2126 8700
Para alunos - formulário

Localização Localização