I Congresso Nacional de Ciências Biológicas

PDF Imprimir E-mail

07 a 11 de novembro

 

A cidade de Recife, PE – Brasil terá o prazer em sediar, em 2011, dois importantes eventos acadêmico-científicos: I Congresso Nacional de Ciências Biológicas (I CONABIO) / IV Simpósio de Ciências Biológicas (IV SIMCBIO), promovido pelo Curso de Ciências Biológicas do Centro de Ciências Biológicas e Saúde da Universidade Católica de Pernambuco – UNICAP.

Esse evento tem como tema central “Biodiversidade e Floresta: desafios e perspectivas”, que ocorrerá nos dias de 07 a 11 de novembro de 2011 no auditório Pe. Antonio Vieira – GII, da Universidade Católica de Pernambuco – UNICAP, e terá como objetivo a integração de profissionais, pesquisadores e estudantes de pós-graduação e de graduação para difundir inesquecíveis momentos onde se fazem os contatos, se partilham as experiências e se decidem novos rumos.

Assim, com muita satisfação convidamos a todos para estarem em Recife – PE, participando efetivamente dos eventos I CONABIO e IV SIMCBIO.

Teremos uma programação abrangente, envolvendo painéis, conferências e mesas-redondas organizados para não ocorrerem de forma simultânea, o que permitirá o pleno aproveitamento do evento. Convidados e palestrantes ilustres trarão ao debate os temas mais atuais, relevantes e inquietantes desta área.

A Assembléia Geral das Nações Unidades elegeu 2011 como o Ano Internacional das Florestas, enfocando o manejo sustentável, a conservação e o desenvolvimento das florestas em todo o mundo e a conscientização do papel que as florestas desempenham no desenvolvimento global sustentável. Conservar florestas é um dos objetivos da Biogeografia, de modo a preservar não somente a VIDA das árvores, e sim manter viva toda a BIODIVERSIDADE DO PLANETA, e com ela as sociedades humanas.

O termo “biodiversidade”, ou “diversidade biológica”, é usado para descrever a variedade da vida em uma região. Quanto mais vida presente, mais biodiversa a região se torna. “A disparidade entre o que se conhece e o que se acredita existir mostra como sabemos pouco sobre a biodiversidade mundial”, afirma Lidio Coradin, do Programa Nacional de Biodiversidade e Florestas e Recursos Genéticos da Secretaria de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente. Apesar da grande variedade de novas espécies deste ecossistema que são descobertas todos os dias e outras são extremamente sensíveis à interferência do homem, resultando na perda de inúmeras espécies antes mesmo se tome conhecimento de sua existência. Estamos privando milhares de comunidades de viver em seu habitat original. Erradicamos a mais rica concentração de fauna e flora do planeta, transformando em meras lembranças estas florestas que eram verdadeiras jóias da Terra.

Esperamos, de fato, que esse seja um momento de ricos encontros e de crescimento para todos que conosco estiverem.


 

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES: http://www.unicap.br/simcbio
 


 

[ voltar ]