Projeto "Rua Ideal: Comunidade Saudável" de docentes do CCB

PDF Imprimir E-mail

No próximo dia 15 de setembro, às 19 h, na Comunidade Arraial Velho, em Casa Amarela, terá ínicio o Projeto “Rua Ideal: Comunidade Saudável”, das professoras Maria do Carmo Pimental (Depto. de Bioquímica) e Fernanda Villarouco (Depto. de Anatomia), do Centro de Ciências Biológicas. A iniciativa é uma extensão das atividades da Pastoral da Saúde da Paróquia da Harmonia, no mesmo bairro, visando à educação ambiental dos moradores da rua Arnoldo Magalhães, naquela comunidade, sendo o Projeto sediado na Escola Governador Carlos de Lima Cavalcante, em frente ao Sítio da Trindade.


A ideia de um projeto com essa proposta teve início há 6 anos, quando essas professoras, respectivamente, uma química industrial e a outra bióloga, percorreram 07 cidades do agreste pernambucano com oficinas sobre educação ambiental e cidadania. Após contactar o prefeito de cada município, elas trabalhavam essa temática com o líder comunitário local; porém, apesar do esforço e da boa vontade delas, o projeto não teve suficiente visibilidade de resultados, visto ser muito amplo o seu campo de ação. Por conta disso, ao invés de visar a uma cidade inteira como estavam fazendo, elas decidiram se concentrarem numa rua por vez, para daí ampliarem os resultados.


A “Rua Ideal” consiste na formação de multiplicadores (no momento, são 20), que participarão de 08 oficinas temáticas nas quais aprenderão como fazer um plano estratégico para solucionar os problemas da comunidade. Eles visitarão cada uma das 130 residências da rua, elaborarão um diagnóstico ambiental participativo onde serão levantadas as prioridades a serem resolvidas, por exemplo, quanto à segurança, saúde, coleta seletiva, terrenos baldios, praça desativada etc. Baseadas nessas prioridades, serão traçadas metas e ações legalmente possíveis de resolução própria dos problemas; ou reivindicações de intervenção da Prefeitura ou do Ministério Público Estadual. As pessoas não irão apenas aprender sobre seus direitos, mas também sobre seus deveres de cidadão; não apenas irão reivindicar, mas também aprender a conservar o que foi realizado pelos órgãos públicos.


Para operacionalização das oficinas, serão utilizadas várias técnicas, tais como exibição de slides, músicas temáticas (Planeta Água, de Guilherme Arantes, é um exemplo) e dinâmicas tais como tentar segurar água nas mãos enquanto se fala sobre a importância dela, e depois ir repassando essa água para as mãos da pessoa mais próxima, na tentativa de mostrar que ela é um bem que pode acabar, se não for bem cuidado. Como material de apoio, as professoras utilizarão uma cartilha impressa financiada pela Proext (UFPE) e o Código de Defesa do Consumidor.

Os resultados do Projeto serão avaliados num forum presencial na mesma comunidade no qual haverá a presença de entidades religiosas e da sociedade civil, que assistirão a apresentação dos multiplicadores falando do diagnóstico e das ações realizadas na redução ou solução dos problemas encontrados. 


As professoras não intencionam parar por aí, mas pretendem que o Projeto continue através da ação daqueles que multiplicarão o seu trabalho até atingirem, se possível, toda a cidade do Recife. “Rua Ideal: Comunidade Saudável” é um convênio entre a Arquidiocese de Olinda e Recife, Prefeitura da Cidade do Recife e UFPE, tendo como seus divulgadores na comunidade católica o Pe. Josivan Sales (Paróquia da Harmonia) e Dom Fernando Saburido (Arcebispo de Olinda e Recife).

Maiores informações
Profa. Maria do Carmo Pimentel (Coordenadora da Área III)
(81) 2126-8355

 

[ voltar ]