Central de Estágio CAA

Central de Estágio CAA Central de Estágio CAA

Vinculada a Coordenação Setorial de Ensino do Centro Acadêmico do Agreste, a Central de Estágio CAA tem como objetivo atuar junto aos discentes, docentes e concedentes de estágio, orientando-os e apoiando-os no que concerne ao desenvolvimento da atividade acadêmica de Estágio Curricular no âmbito do Campus do Agreste.

Fique por dentro... Fique por dentro...

Voltar

Mestre em Economia pelo CAA é finalista do XXIII Prêmio Banco do Nordeste de Economia Regional

Prêmio busca estimular a pesquisa no campo da ciência econômica pura e aplicada, segundo a perspectiva regional

O mestre em Economia pelo Centro Acadêmico do Agreste (CAA) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Diego Palmiere Fernandes é finalista do XXIII Prêmio Banco do Nordeste de Economia Regional, na categoria Dissertação. A solenidade de entrega do prêmio será realizada no dia 18 deste mês em Fortaleza (CE), durante o XXV Fórum Banco do Nordeste de Desenvolvimento e o XXIV Encontro Regional de Economia, que acontecem nos dias 18 e 19. A dissertação “Diferencial de desempenho dos estudantes no Enem: uma avaliação do programa Escola de Tempo Integral da Rede Pública do Estado de Pernambuco no período de 2009 a 2016” foi selecionada entre as três finalistas desta edição do prêmio. Ao todo, 13 dissertações estavam inscritas.

“Estar entre as finalistas ao Prêmio Banco do Nordeste de Economia Regional representa o reconhecimento de um ciclo vivenciado no mestrado, repleto de muito esforço, dedicação, perseverança, força de vontade e de muito conhecimento adquirido, graças à equipe de professores de altíssimo nível que o PPGEcon/CAA  tem e de ter um orientador fantástico auxiliando e enriquecendo ainda mais o trabalho. É a sensação de dever cumprido”, comemorou Fernandes. A pesquisa dele foi orientada pelo professor Wellington Ribeiro Justo, e a defesa aconteceu em abril de 2018. O Prêmio Banco do Nordeste de Economia Regional busca estimular a pesquisa no campo da ciência econômica pura e aplicada, segundo a perspectiva regional.

Resumo

Diante dos déficits fiscais elevados indicando que a disponibilidade de recursos públicos para investimentos está mais escassa, há uma tendência de que toda política pública necessita passar por avaliação de eficiência apontando a necessidade de ajustes ou mesmo extinção. Nesse sentido, o Governo Federal apontou para a ampliação da oferta de escolas em tempo integral como uma prioridade no Ministério da Educação. Nem toda a educação é feita nas escolas; as famílias figuram como uma parte importante do processo. No entanto, a educação nas escolas é talvez a principal alavanca para as políticas sobre o capital humano. Assim, o trabalho proposto buscou identificar a eficiência da política de educação em tempo integral adotada pelo Estado de Pernambuco, por meio das Escolas Estaduais de Tempo Integral no aumento da habilidade cognitiva dos alunos no Enem no período de 2009 a 2016. Para o alcance do objetivo, utilizou-se o método Propensity Score Matching (PSM) a partir das técnicas de Probit, Bootstrap e Função Densidade de Kernel. Ressalta-se que os resultados em favor da política se deram após a aplicação do pareamento entre tratados e o grupo de controle formado pelos alunos das demais escolas públicas do estado. Contudo, faz-se necessário evidenciar que o Estado de Pernambuco vem apresentando desempenho nos indicadores de avaliação acima da média nacional para o ensino médio. Dessa forma, os resultados evidenciaram a necessidade de uso da metodologia do PSM para identificar de forma mais precisa os efeitos positivos da política. Os testes de robustez confirmaram os resultados encontrados como a análise da sobreposição da densidade de Kernel no exame do balanceamento antes e posterior ao pareamento. Outro resultado importante indica que, embora o estado de Pernambuco tenha apresentado resultados crescentes nos indicadores do ensino médio ao longo do tempo, a política de ampliação da oferta de escolas de tempo integral ainda assim consegue apresentar resultados melhores que as escolas tradicionais.

Mais informações
Diego Palmiere Fernandes
diego_palmiere@outlook.com

 

 

Data da última modificação: 11/07/2019, 17:14

Contato Contato

Central de Estágio do Campus Agreste

Bloco da Casa do Estudante, 1º andar, sala 01

(81) 2103 – 9191

Localização Localização