Prédio do CAA à noite

O CAA

O Centro Acadêmico do Agreste (CAA) foi o primeiro campus da UFPE no interior de Pernambuco, tendo sido inaugurado em março de 2006, com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento social, econômico e cultural do Estado. Inicialmente, o CAA funcionou em instalações do Polo Comercial de Caruaru. Na escolha do município para instalaçao de um campus avançado da UFPE, foi considerada sua relevância no contexto atual da região do Agreste, que possui como principais características: cadeias e arranjos produtivos predominantes nas áreas da confecção e da agroindústria, e principal centro de serviços e negócios e de distribuição de mercadorias.  

O Centro iniciou suas atividades com cinco graduações, nas áreas de Administração, Design, Economia, Engenharia Civil e Pedagogia. Além desses, atualmente, funcionam também as licenciaturas em Química, Física, Matemática, a Licenciatura Intercultural, os cursos de Engenharia de Produção, Medicina e Comunicação Social, que integram seis Núcleos de Ensino (Ciências Exatas e da Natureza, Ciências da Vida, Design e Comunicação, Formação Docente, Gestão, e Tecnologia).

Na sede definitiva, há Laboratórios Integrados de Ciência e Tecnologia, onde são desenvolvidos projetos de pesquisa e extensão e a formação continuada. Dessa maneira, o CAA contribui positivamente no atendimento às demandas da região, interiorizando o conhecimento científico, preparando a população para o desenvolvimento adequado das atividades produtivas por ela assumidas e incentivando iniciativas que venham garantir melhores condições de vida.

Destaques do CAA Destaques do CAA

Voltar

UFPE e Prefeitura de Caruaru formalizam acordo de cooperação voltado para crianças e adolescentes acolhidos

O objetivo é desenvolver ações que fortaleçam a afirmação dos direitos humanos das crianças e dos adolescentes nas casas de acolhimento institucional do município

Cooperação beneficiará por meio de intervenções práticas, envolvendo educação e arte, nas três Unidades de Acolhimento, na Casa de Passagem e no CAUD.

Na terça-feira (26), a Universidade Federal de Pernambuco – Centro Acadêmico do Agreste e a Prefeitura de Caruaru, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH), formalizaram um Acordo de Cooperação que beneficia, com atividades práticas envolvendo educação e arte, crianças e adolescentes das casas de acolhimento institucional do município. 

Participaram da cerimônia de assinatura do termo a prefeita Raquel Lyra, o diretor da UFPE – Campus Agreste, professor Manoel Guedes, a Secretária da SDSDH, Perpétua Dantas, e as professoras da disciplina eletiva interdisciplinar da UFPE “Educação, Democracia e Direitos Humanos”, Ana Maria de Barros (Pedagogia - CAA/UFPE), Tânia Bazante (Física - CAA/UFPE) e Rosane Lacerda (Medicina - CAA/UFPE).

A prefeita Raquel Lyra destacou a atuação da UFPE em parcerias com a Prefeitura de Caruaru: “A UFPE tem nos ajudado recentemente no redesenho da nossa rede de saúde mental, residência de psiquiatria, com o letramento digital, e também nesse apoio às nossas Casas de Acolhimento, desde março, identificando nossos desafios e oportunidades. Embora tenhamos bons serviços sendo prestados no acolhimento de nossas crianças e adolescentes, ainda temos a cultura de abrigamento e muito trabalho sendo feito de mudança dessa cultura para devolvê-los à sociedade”.

O diretor do CAA, Manoel Guedes, reforçou a importância da participação da Universidade e sua contrubuição para o desenvolvimento do município, especialmente através de ações interdisciplinares, nas áreas de educação, geração de renda, e também de desenvolvimento social e dos direitos humanos. "Hoje, a filosofia da UFPE é, de fato, trabalhar com a interdisciplinaridade e criar disciplinas que possam sair dos muros da universidade. Então, que a gente possa fazer cada vez mais ações para contribuir com os municípios”.

O acordo formaliza as atividades acadêmicas desenvolvidas pela equipe técnica do Centro Acadêmico do Agreste da UFPE, formada por professores e estudantes dos cursos de Medicina, Física, Matemática, Química e Pedagogia, e os alunos da extensão universitária, junto com a equipe técnica da SDSDH, por meio da Coordenação de Articulação de Programas e das Gerências de Proteção Básica Especial. O objetivo é desenvolver ações que fortaleçam a afirmação dos direitos humanos das crianças e dos adolescentes a partir dos conhecimentos adquiridos através de aulas teóricas vivenciadas na UFPE que serão disseminados por intervenções práticas nas casas de acolhimento institucional: CCAI, CCAII, CCAIII, Casa de Passagem e CAUD.

As aulas teóricas, para preparação do corpo discente da UFPE, começaram no início do primeiro semestre letivo de 2019. Já as atividades práticas de intervenção nas unidades de acolhimento acontecerem de abril a junho, sendo retomadas no segundo semestre, em agosto, e continuam até a presente data.

 
Data da última modificação: 29/11/2019, 11:19

Eventos Eventos

Contatos Contatos

Secretaria
(81) 2103-9156
Escolaridade
(81) 2103-9157
Assistência Estudantil
(81) 2103-9176
Central de Estágio
(81) 2103-9191

Localização Localização