Voltar

V Jornada das Residências em Saúde tem início hoje (12)

Após a abertura, houve a Conferência “Saúde, Espiritualidade e Felicidade”, com os palestrantes Arturo de Pádua Jordán e Bruno Severo Gomes

Começou hoje (12) e prossegue amanhã (13) a V Jornada Científica das Residências em Saúde do Hospital das Clínicas da UFPE, no Auditório Professor Dênis Bernardes, no Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA). O evento, promovido pela Gerência de Ensino e Pesquisa, conta com apresentação de 98 trabalhos de conclusão (em apresentações orais e pôsteres) das diversas residências do HC, que é unidade vinculada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

Foto: Raítza Vieira/HC-Ebserh

Evento reúne integrantes de quatro programas de residência

O evento começou com a apresentação do aluno de Licenciatura em Música da UFPE Gabriel Souza, que tocou no violão os clássicos cantados por Luiz Gonzaga, “Asa Branca” e “Assum Preto”. Na sequência, foi formada a Mesa de Abertura. Nela, a superintendente do HC, Sylvia Lemos Hinrichsen, destacou a importância do evento e da excelência na gestão hospitalar. “Nesses três meses em que estou na gestão do HC, estamos trabalhando pela excelência no ensino, na pesquisa, na extensão e na assistência aos nossos pacientes, melhorando os sistemas e processos. Eventos de divulgação científica como esse são muito importantes”, disse.

Representando o reitor da UFPE, Alfredo Gomes, a pró-reitora para Assuntos de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq), Carol Leandro, parabenizou a organização do evento e os residentes pelos trabalhos, além de reiterar o apoio da UFPE na publicação em breve do livro contendo os trabalhos apresentados na edição passada. “Queremos ampliar esse apoio às residências e dar continuidade à publicação do livro, pois essa é uma importante forma de difundir a pesquisa para a sociedade”, explicou.

A coordenadora-geral da Jornada Científica, Thatiane Oliveira, salientou a força do evento. “A cada ano, a jornada se consolida como um dos maiores e mais importantes eventos da GEP e do HC reunindo trabalhos consistentes dos quatro Programas de Residência que atuam no HC (Médica, de Enfermagem, Nutrição e Multiprofissional). Esse evento vai ao encontro do propósito da Rede Ebserh que é o de ‘Ensinar para Transformar o Cuidar’”, afirmou Thatiane, que representou a gerente de Ensino e Pesquisa do HC, Célia Castro.

Além delas, compuseram a Mesa de Abertura: Maria do Amparo Andrade, chefe Interina do Setor de Gestão da Pesquisa e Inovação Tecnológica do HC (Segepit); Vânia Pinheiro Ramos, vice-diretora do Centro de Ciências da Saúde (CCS); e Márcia Oliveira, vice-diretora do Centro de Ciências Médicas (CCM).

Na sequência, houve a Conferência “Saúde, Espiritualidade e Felicidade”, com os palestrantes Arturo de Pádua Jordán e Bruno Severo Gomes. O primeiro discorreu sobre a sua dissertação de mestrado “Espiritualidade na percepção de preceptores e residentes dos Programas de Residências da Secretaria de Saúde do Recife”, mostrando as diferenças entre espiritualidade e religiosidade, a relação entre saúde e espiritualidade, a grande quantidade trabalhos científicos no mundo sobre o tema e a inclusão da espiritualidade nos currículos de cursos universitários da área de saúde. “A espiritualidade auxilia na ampliação do autocuidado, do bem-estar e da promoção de saúde, entre outros benefícios”, atesta Arturo.

Já o professor Bruno Severo Gomes, professor da UFPE, apresentou a já tradicional palestra “Felicidade e Saúde Emocional”, em que discorre de forma simples e didática fornecendo pistas de como viver de forma mais leve e feliz, aprofundando temas como saúde emocional, essência, felicidade e afeto e motivação. “É importante entender que a felicidade vem antes do sucesso, e não o contrário. Ter um cérebro feliz é igual a ter sucesso porque a felicidade está nas pequenas coisas e no valor daquilo que a gente tem. O que não temos, gera frustração e infelicidade”, ensina Bruno, que leciona a disciplina eletiva Felicidade para os alunos da UFPE. “Somos mais fortes do qualquer problema que a gente tem. É preciso saber potencializar as coisas boas”, completa.

Ao longo do dia, houve visitas a 44 pôsteres expostos próximos ao auditório e 18 apresentações orais. O restante (visitas a 24 pôsteres e 12 apresentações orais) será realizado amanhã (13), a partir das 8h, no mesmo local. Após a conferência, houve a apresentação do grupo de percussão de Paulista, “Atos de Resgate”, coordenado pelo músico Nido Brown.

AMANHÃ – Além dos trabalhos dos residentes, amanhã (13), haverá a Conferência “Saúde e Sustentabilidade”, com o pesquisador da UFPE Douglas Viana, doutor em Inovação Terapêutica. A partir das 15h30, acontecem as homenagens aos preceptores e premiações dos melhores trabalhos, seguido do coquetel de encerramento.

Confira a programação completa aqui. 

Data da última modificação: 12/02/2020, 16:11