Voltar

UFPE tem 32 trabalhos finalistas na Expocom Nordeste

Entre os trabalhos estão projetos de alunos do Campus Recife e do Centro Acadêmico do Agreste

 
A UFPE tem 32 trabalhos finalistas no 27º Prêmio Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom). O evento é voltado aos estudantes de graduação e recém-graduados em cursos (bacharelados e tecnólogos) de todas as áreas da Comunicação que sejam autores ou coautores de trabalhos experimentais realizados no ano letivo de 2019.
 
Só no curso de Comunicação Social do Centro Acadêmico do Agreste (CAA), a Universidade conseguiu aprovar 19 projetos. O coordenador do curso, Diego Gouveia, explica que, no total, são 73 categorias e três etapas: local, regional e nacional. “A etapa local é a escolha dos indicados na instituição de ensino superior, quando os estudantes concorrem entre si. Depois, há a etapa regional, que é esta que estamos concorrendo agora. O resultado sai nesta sexta (30) e os premiados vão para a nacional”, destaca.
 
“Todos os anos, percebemos um empenho grande de professores e estudantes do curso em participar da Expocom, promovida pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), que realiza um dos mais importantes congressos da área de Comunicação do país. A seleção de 19 projetos do curso mostra que estamos fazendo um bom trabalho e caminhando da maneira correta diante das novas demandas do campo da comunicação. Os estudantes se sentem muito motivados e têm na premiação um momento de valorização dos esforços empreendidos no curso”, explica.
 
Para Gouveia, a evolução do curso ao longo dos anos é notável. “É importante ver como, desde 2018, conseguimos ampliar a nossa participação na Expocom. Na primeira edição em que participamos, fomos com cinco trabalhos. Neste ano, levamos 19 projetos entre os cinco melhores de todo o Nordeste é motivo de muito orgulho”, comemora. 
 
O professor do Núcleo de Design e Comunicação do CAA Amilcar Bezerra também comenta o feito: “Estamos entre os cinco melhores do Nordeste em 19 categorias, o que é um desempenho notável principalmente por se tratar de um curso novo e relativamente pequeno. Temos apenas uma turma anual”, diz.
 
A estudante de jornalismo Agnes Pereira, finalista junto com cerca de 40 alunos da sua turma, conta como, para ela e seus colegas, é gratificante participar da Expocom este ano: “Dentro do atual contexto mundial, que retira qualquer possibilidade de um encontro presencial, apresentar nosso projeto de maneira remota vem sendo não só um desafio novo para todos como também uma experiência primeira e única que encaramos com muita seriedade e entusiasmo”. Para a aluna e seu grupo, o resultado desta etapa “valida todo o nosso esforço e dedicação durante o semestre letivo para fazer o que mais acreditamos, um bom jornalismo”.
 
Brenda de Andrade, da graduação de Rádio, TV e Internet, foi selecionada junto com sua turma para a final e conta que a notícia foi uma surpresa. “Estamos felizes pelo nosso projeto estar sendo visualizado por mais pessoas, principalmente, em tempos em que a universidade pública encontra-se ameaçada, mesmo sendo tão importante para tantos brasileiros”, explica.
 
Lívia Valença, professora do curso de Publicidade que teve cinco trabalhos sob sua orientação contemplados, explica que aprendeu muito com os estudantes e relata que o envolvimento na produção dos trabalhos foi intenso. A docente conta também que a produção ganhou ainda mais sentido porque os temas abordados são de cunho social e de conscientização.
 
“São trabalhos brilhantemente desenvolvidos pelos alunos. O mérito é muito deles. Os projetos inscritos estarem na final é reflexo, também, da qualidade do ensino que eles recebem e da dedicação de uma equipe extremamente alinhada e preparada para oferecer sempre o melhor para os alunos, que são de altíssimo nível. Eles estão no caminho certo. E que, nesse trajeto contínuo, eles possam fazer uma parada na final do Expocom nacional. Estamos na torcida!”, comemora. 
 
Confira a lista completa de finalistas da Expocom Nordeste
 
Campus Agreste
1. Projeto de Comunicação Integrada – 40 Segundos;
2. Ensaio fotográfico artístico – A lenda da cobra gigante e o documentário Imaginário;
3. Charge/Caricatura/ilustração – Abayomi;
4. Filme de Ficção – Azular;
5. TCC/Projeto Experimental em Rádio e Mídias Sonoras – Bravo!;
6. Blog – Comunica Agreste;
7. TCC/Projeto Experimental em Cinema e Audiovisual – Cultura Viva;
8. Design Gráfico – E aí, já se tocou?;
9. Game – Fiscalizaê;
10. Roteiro de Game – Fiscalizaê;
11. Programa laboratorial de áudio – Memórias Musicais do Auto das 7 Luas de Barro – 40 anos;
12. Ficção em áudio e rádio - O Apanhador de Sonhos;
13. Projetos de Extensão – Rádio Cordel;
14. Revista customizada – Revista Verbo;
15. Programa laboratorial de TV – Solte Sua Voz – Surprise! Eu sou trans;
16. Produção Multimídia – Verbo;
17. Videoclipe – Margens;
18. HQ – Xucukuru do Ororubá;
19. Produção audiovisual para mídias digitais – Solte Sua Voz.
 
Campus Recife
1. Projeto Experimental – Documentário Solidão
2. Produção laboratorial de TV - Série documental “Universitário da Casa”
3. Filme de não ficção/documentário/ docudrama – Vazão;
4. Filme de animação – O perigo está fora do mar;
5. Projeto Experimental em Cinema e Audiovisual – O outro lado do mapa;
6. Revista-laboratório impressa – Revista Átimo;
7. Produção Jornalismo Literário e/ou de Opinião – Antidoto à desmemoria;
8. Projeto Experimental em Jornalismo – Fazer da gente, gente: o trabalho co-mo recomeço;
9. Planejamento Promocional – Sabor de sobra – Comida de chef direto da xe-pa;
10. Campanha Publicitária – Diretoria LGBT – O Respeito Agora é Lei;
11. Anúncio Impresso – Amecão – Quem adota amigo é;
12. Estratégia Publicitária para Mídia Digital – Palavras que Libertam;
13. Publicidade em Mídia Alternativa – Só setembro não dá conta – Setembro Amarelo.
Data da última modificação: 30/10/2020, 15:56