Voltar

Professor Sylvio Loreto recebe título de Professor Emérito da UFPE

No discurso panegírico, o professor emérito Aurélio Agostinho da Boaviagem ressaltou valores cultivados pelo homenageado

Foto: Passarinho

Reitor presidiu a solenidade, ocorrida no Salão Nobre da FDR

O professor e jurista Sylvio Loreto, da Faculdade de Direito do Recife (FDR)/Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da UFPE, recebeu, na manhã de ontem (12), o título de Professor Emérito da Universidade, em reconhecimento à sua contribuição para as ciências humanas e à sua dedicação à UFPE. Presidida pelo reitor Anísio Brasileiro, a sessão solene de outorga foi realizada no Salão Nobre da FDR, no centro do Recife. Familiares, amigos, colegas e alunos do homenageado estiveram presentes.

No discurso panegírico, o professor emérito Aurélio Agostinho da Boaviagem ressaltou valores cultivados pelo homenageado, como a capacidade de ouvir, a abertura ao diálogo e a busca pelo equilíbrio. Também salientou a importância do homenageado na formação de profissionais. “Isso nos faz destacar uma rara circunstância, talvez inédita, qual seja: o Direito Internacional Privado hoje ministrado conta, em atividade, quatro gerações de professores, todos discípulos do professor Sylvio Loreto”, explicou.

Após o discurso panegírico, foi realizada a trasladação das vestes talares, a leitura e a assinatura do ato de outorga, além da assinatura do diploma. Na sequência, Sylvio Loreto agradeceu a homenagem e falou sobre a sua trajetória acadêmica e profissional. “Assumi a atividade docente como um sacerdócio”, disse ele, que sempre buscou incentivar a reflexão crítica em suas aulas.

Sobre o título de Professor Emérito, ele mostrou-se emocionado: “É tão intenso que fica difícil você definir tudo que isso está representando, tudo que é a Faculdade [de Direito do Recife] para quem viveu aqui, que vive aqui, e tudo que a gente ainda tem para construir aqui.”

O diretor da FDR/CCJ, professor Francisco Queiroz, registrou sua admiração por Sylvio Loreto, enaltecendo a honradez, a capacidade intelectual e a dedicação dele à docência. “Ele continua realmente representando o perfil de professor que, para nós, é um referencial”, afirmou.

Para o reitor Anísio Brasileiro, a homenagem prestada a Sylvio Loreto insere-se no contexto das comemorações dos 192 anos da FDR e dos 73 anos da UFPE, celebrados no dia 11 deste mês. “Ele é uma grande referência da Faculdade de Direito do Recife e da Universidade. Como professor da disciplina de Direito Internacional, como diretor numa época em que ele promoveu toda uma reforma importante, mas, sobretudo como ser humano, como alguém que dedicou toda a sua vida ao conhecimento, ao ensino, à sua relação com os estudantes. Portanto, homenagear Sylvio Loreto é homenagear a Universidade no seu aniversário”, destacou.

A valorização das pessoas também foi apontada pelo reitor como primordial para o desenvolvimento da Universidade. “Essa tem sido uma orientação e uma visão de mundo que o senhor [Sylvio Loreto] pôs em prática desde quando o senhor aqui ingressou como estudante”, afirmou ele.

A proposta de concessão do título de Professor Emérito a Sylvio Loreto foi apresentada pelos professores da FDR/CCJ Aurélio Agostinho da Boaviagem, Eugênia Cristina Nilsen Ribeiro Barza, Francisco Antônio de Barros e Silva Neto e Paulo Hugo Weberbauer.

CURRÍCULO – Sylvio Loreto é bacharel em Direito e doutor em Direito pela UFPE. Ele ingressou como professor na Faculdade de Direito do Recife, em 1958, inicialmente na área de Sociologia, dedicando-se ao Direito Internacional Privado, disciplina que ministrou por quase 41 anos.

O docente foi diretor da FDR, de 1984 a 1988. Neste período, assumiu a missão de restaurar, cultural e fisicamente, a antiga Casa de Tobias Barreto, dedicando-se à atualização do ensino e da pesquisa, à recuperação da biblioteca, da pinacoteca, do acervo iconográfico e do mobiliário, além da reforma estrutural do imóvel tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional.

O docente está aposentado, mas permanece em atividade no Programa de Pós-Graduação em Direito da UFPE, no qual lidera o grupo de pesquisa “Integração Regional, Globalização e Direito Internacional”, criado no ano de 2002.

Confira o álbum de fotos da solenidade, de autoria do fotógrafo Passarinho, da Ascom-UFPE.

Data da última modificação: 13/08/2019, 15:42