Voltar

MDU promove lançamento do livro O fotógrafo Benicio Whatley Dias

O evento será realizado no dia 18, às 17h30,no Memorial da Medicina e Cultura, no Derby

O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano da UFPE (MDU), em conjunto com o Departamento de Pernambuco do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-PE) e a Editora Rio Books vão promover, na próxima segunda-feira (18), o lançamento do livro “O fotógrafo Benicio Whatley Dias”, da arquiteta Cêça Guimaraens. No evento, que ocorrerá às 17h30,no Memorial da Medicina e Cultura, no Derby, vai ser montada uma mesa-redonda com a urbanista Virgínia Pontual (UFPE), os arquitetos Luiz Amorim (UFPE) e Roberto Ghione (IAB-PE) e a historiadora Fabiana Bruce.

No livro “O fotógrafo Benicio Whatley Dias”, Cêça Guimaraens amplia o conhecimento da obra e do quadro de referências deste artista visual que trabalhou para o Serviço do Patrimônio (Sphan), para a cidade do Porto (Portugal) e para a Prefeitura da Cidade do Recife entre as décadas de 1930 e 1960. Professor, advogado e colecionador, Benicio Whatley Dias (1914-1976) foi testemunha e personagem de uma época crítica que envolveu reconhecidos literatos, cientistas sociais, artistas plásticos, editores, jornalistas e políticos.

O valor documental do trabalho do fotógrafo incita olhares multifacetados e polissêmicos, levando a urbanista e professora da UFPE Virginia Pontual a destacar, na apresentação do livro, “as imagens que constroem uma alegoria sobre o Recife, as quais marcam fortemente os sentidos dos que amam as cidades”. Ulpiano Toledo Bezerra de Meneses, professor da USP, escreveu no prefácio que a abrangência local e nacional da obra e das coleções fotográficas de Whatley Dias é reveladora de um contexto cultural “marcado por transformações profundas, tensões e perplexidades vividas pelo Modernismo.” Cêça Guimaraens, autora, considera que Benicio Whatley Dias criou excepcional arqueologia da estética modernista ao registrar em suas fotografias “os formidáveis embates que o Movimento Moderno travou com as representações do passado arquitetônico e urbanístico”.

AUTORA – Cêça Guimaraens é professora visitante do programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano da UFPE, professora associada aposentada da UFRJ e professora colaboradora do Proarq/UFRJ e da UERJ; e professora visitante da UFPE/MDU. Ela possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Brasília (1970), mestrado em Teorias da Comunicação e da Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1993), doutorado em Planejamento Urbano e Regional pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (1999) e doutorado em Museologia pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (2012). É pós-doutora em Museum and American Studies pela New York University (NYU), dos Estados Unidos.

Data da última modificação: 13/11/2019, 15:02