Voltar

Lançamento do livro Corupira – Mau, encontro, tradução e dívida colonial ocorre amanhã (5)

O evento também conta com performance de Oxidação #2, Abiniel João Nascimento e Marta Supernova

O professor Alexandro Silva de Jesus, do Departamento de Antropologia e Museologia (DAM) da UFPE, lança seu livro ‘Corupira – Mau, encontro, tradução e dívida colonial’ amanhã (5), às 20h, no Ramon Bar y Parrilla, localizado na Avenida Dezessete de Agosto, 1778, em Casa Forte. A obra é impressa pela editora Titivillus. No lançamento, haverá performance de Oxidação #2, Abiniel João Nascimento e Marta Supernova.

RESUMO - Corupira é, antes de tudo, “pedaço arrancado de mim”. Empacotado, colorido, e ainda assim todo vermelho, todo viscoso. Mas se trata, agora eu vejo, de um pedaço feito de outros tantos, que venho arrancando, de quando eu vez, por baixo de atos performativos. Corupira funciona, então, como ritual de esconjuração do meu mau encontro com a ferida colonial, mas também como costura desses outros pedaços meus, dispersos por aí.

CURRÍCULO – O professor Alexandro Silva de Jesus possui graduação em licenciatura em História pela Fundação de Ensino Superior de Olinda (1999), mestrado em História pela Universidade Federal de Pernambuco (2003) e doutorado em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco (2010). É professor do DAM da UFPE e membro do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade. Suas pesquisas problematizam, de um lado, as políticas para a cultura desenvolvidas em espaços de decolonialidade, e, de outro, as relações entre pesquisa e ética.

Mais informações
Departamento de Antropologia e Museologia
(81) 2126.7380

Data da última modificação: 04/12/2019, 16:21