Voltar

Empossada nova diretoria do Colégio de Aplicação (CAp) da UFPE

Solenidade, prestigiada por docentes, técnicos administrativos e estudantes, foi presidida pelo reitor Alfredo Gomes e contou com apresentação musical de alunos

O Colégio de Aplicação (CAp) da UFPE tem nova diretoria. A cerimônia de posse dos professores Erinaldo Ferreira do Carmo e Danilo de Carvalho Leandro nos cargos de diretor e vice-diretor, respectivamente, foi realizada ontem (10), no CAp, que fica no Campus Recife da Universidade. A solenidade, prestigiada por docentes, técnicos administrativos e estudantes, foi presidida pelo reitor Alfredo Gomes e ainda contou com apresentação musical de alunos.

Foto: Passarinho

Novos gestores destacaram desafios da gestão no evento

Para o novo diretor, além da missão de promover o ensino básico, o CAp é um espaço para a formação de licenciandos e o desenvolvimento de pesquisa. “O Colégio de Aplicação tem cumprido seu papel social e atendido a esta Universidade e à sociedade”, disse. Erinaldo Ferreira do Carmo também ressaltou os desafios da nova gestão, como a estruturação física da escola para suprir demandas contemporâneas, a aprovação de novo regimento e a ampliação da assistência estudantil. “Vamos ter que aproximar muito mais o Colégio de Aplicação dos outros centros e da Reitoria porque vamos precisar de apoio para atender algumas demandas nossas”, afirmou.

O vice-diretor Danilo de Carvalho Leandro ressaltou, em sua fala, o contexto nacional atual. “Entendo que é momento de nos unirmos, de estarmos juntos e lutarmos juntos. É momento de darmos as mãos, lutando por uma educação básica pública de qualidade, emancipatória, libertadora, inclusiva, diversa e plural. É de mãos dadas, na coletividade e com a prática do diálogo, que poderemos caminhar juntos por longos caminhos de conquistas”, declarou. 

“Nós conhecemos o compromisso do Colégio de Aplicação com a qualidade, com a excelência, com a manutenção dos espaços de forma participativa e democrática. Entendemos que este é um projeto de escola pública que deve orientar as políticas de educação de maneira geral, portanto, estamos na defesa de um modelo de educação pública participativa que o colégio pratica, e esse [modelo] precisa, portanto, ser colocado de forma mais ampla para o conjunto das autoridades públicas e dos organismos públicos”, ressaltou o reitor Alfredo Gomes.

Presente à cerimônia, a professora Lavínia Ximenes, que deixou o cargo de diretora, entregou as chaves do CAp aos novos gestores como um ato simbólico. “Desejamos, desde já, que seja um período de grandes realizações e de fortalecimento do CAp no âmbito do diálogo, da humanização e das ações coletivas internas e institucionais”, destacou.

O representante do grêmio estudantil do CAp José Maurício Cavalcanti lembrou o apoio recebido da gestão anterior dos professores Lavínia Ximenes (então diretora) e Madson Góis Diniz (então vice-diretor) e a continuidade dessa postura com os novos gestores. “É uma chapa [Erinaldo Ferreira do Carmo e Danilo de Carvalho Leandro] que vem, agora gestão, sempre priorizando o diálogo, a humanidade, que é algo que a gente procura em um colégio que forma humanos, que é o CAp”, disse.

Ainda durante a solenidade, os alunos do 3º ano do ensino médio do CAp fizeram uma apresentação musical. Eles cantaram músicas em português, espanhol, francês e inglês, que são os idiomas ministrados no Colégio de Aplicação.

MESA – A mesa solene, presidida pelo reitor Alfredo Gomes, teve a participação dos professores Erinaldo Ferreira do Carmo; Danilo de Carvalho Leandro; Ana Lúcia Félix, diretora do Centro de Educação (CE); Lavínia Ximenes; e Madson Góis Diniz, diretor-adjunto de Relações Internacionais. Também participaram da mesa a pró-reitora de Gestão de Pessoas e Qualidade de Vida, Brunna Carvalho, o técnico administrativo do CAp Pedro Lira e o estudante José Maurício Cavalcanti.

Data da última modificação: 11/02/2020, 13:16