Voltar

Conferência debate o papel da música nas articulações políticas na América Latina no PPGCOM

As pesquisadoras estão em missão acadêmica no PPGCOM da UFPE como parte do desenvolvimento do projeto Música Pop Periférica na América Latina

Foto: Divulgação

Mercedes Liska pesquisa papel da música na mobilização das mulheres argentinas

Na próxima segunda (19), o Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM) da UFPE recebe as pesquisadoras Mercedes Liska (Universidad de Buenos Aires, Argentina) e Simone Luci Pereira (Universidade Paulista-Unip) para a mesa “Música e Comunicação na América Latina”, como atividade de abertura do semestre letivo. O evento será realizado às 14h, no auditório do PPGCOM, no Centro de Artes e Comunicação (CAC).

Mercedes Liska apresentará a palestra “Mujeres movilizadas: música y políticas de género y sexualidad contemporâneas”, em que debate o papel da música como elemento mobilizador das pautas identitárias das mulheres na Argentina a partir de 2015, quando assuntos como o feminicídio entraram nas agendas políticas. Já Simone Luci Pereira fará a conferência “Práticas musicais e culturas juvenis no diálogo Brasil e América Latina Hispânica – caminhos, tensionamentos, perspectivas”, em que apresenta perspectivas de pesquisa sobre música e cultura na América Latina.

As pesquisadoras estão em missão acadêmica no PPGCOM da UFPE como parte do desenvolvimento do projeto “Música Pop Periférica na América Latina: Análise Comparativa dos Contextos Brasil-Argentina”, com apoio do CNPq, que tem como objetivo compreender os impactos que a música produzida nas periferias brasileiras e argentinas tem na cidadania dos indivíduos e na mobilidade social. Artistas da música brega de Pernambuco e da cumbia argentina serão entrevistados.

Na quarta-feira (21), às 15h, no auditório do programa de pós-graduação, como parte integrante da pesquisa, haverá um encontro público e aberto com “As Amigas do Brega”, cantoras do brega pernambucano, que exibirão videoclipes e comentarão os desafios no tocante a questões de gênero no mercado musical de Pernambuco.

PALESTRANTES – Mercedes Liska pesquisa performance e estudos de gênero na música popular latino-americana, com foco no debate sobre tango queer na cidade de Buenos Aires, tendo publicado em 2016, o livro “Argentine Queer Tango: Dance and Sexuality Politics in Buenos Aires” (Lexington Books). Desde 2012, coordena as pesquisas sobre gênero no Centro Cultural de la Cooperación Floral Gorini, que acolhe debates sobre igualdade de gênero na música e é editora do periódico Internacional Ethnomusicology Review. É a presidenta da International Association for the Study of Popular Music (IASPM) – Rama Latinoamericana.

Simone Luci Pereira participa da rede internacional de investigação do Grupo de Trabalho Clacso Juventudes e Infâncias na América Latina. É professora do PPG Comunicação e Cultura Midiática (mestrado e doutorado) da Universidade Paulista (Unip) e coordenadora do Grupo de Pesquisa “Comunicação e Culturas Urbanas" da Intercom (2017-2019). Pesquisa e atua na interface dos campos da Comunicação, Música e Antropologia, com ênfase nos estudos sobre práticas musicais-midiáticas, culturas urbanas, cidades e juventudes.

Data da última modificação: 16/08/2019, 13:24