20.04.17

Gerência de Recursos Hídricos realiza ações de melhoria no Campus Recife


PDF Imprimir E-mail

Por Renata do Amaral

A Gerência de Recursos Hídricos da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) vem desenvolvendo uma série de ações para a melhoria de suas atividades de rotina. A gerência faz parte da Diretoria de Gestão Ambiental (DGA) da Superintendência de Infraestrutura da UFPE e sua função é gerir os sistemas de captação de água potável, Estação de Tratamento d’Água (ETA) do Campus Recife e rede de abastecimento.

Fotos: Passarinho
foteta120.0417
Na estação de tratamento, técnicos analisam qualidade da água a ser fornecida

A UFPE é abastecida pela rede interna. A exceção são os bebedouros e restaurantes, cuja água vem da rede da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). No caso do Restaurante Universitário (RU), está em andamento um pedido de viabilidade de aumento de oferta, pois a vazão é insuficiente para a demanda. A pena d’água, tubulação que vem da rede da Compesa, deverá ser exclusiva para atender ao restaurante.

As ações vêm sendo realizadas em parceria com o professor Paulo Tadeu Ribeiro de Gusmão, do Departamento de Engenharia Civil da UFPE. “Esse apoio na parte técnica é indispensável e todas as ações são acompanhadas por ele e sua equipe”, ressalta a diretora de Gestão Ambiental da UFPE, Fátima Xavier.

Foi implantada a manutenção dos poços artesianos profundos que abastecem o Campus Recife, com contratação de empresa especializada que realiza, em periodicidade semestral, a manutenção dos sete poços artesianos profundos que compõem o sistema de abastecimento da UFPE, além de execução anual de testes de vazão e bombeamento contínuo. Foi contratada uma empresa especializada que realiza a limpeza e desinfecção química das cisternas e caixas d’água.

foteta220.0417
Na ETA, houve recuperação da infraestrutura física de sistemas 

A requalificação da Estação de Tratamento d’Água (ETA) foi concluída. O trabalho teve início com a elaboração de diagnóstico e levantamento de necessidades que permitiram a elaboração de projeto de requalificação, executado em 2015 e 2016, através de contratação de empresa especializada. O serviço englobou recuperação da infraestrutura física dos sistemas de decantação, filtragem e bombeamento, incluindo troca total do material filtrante.

Não havia plantas de registro da rede disponíveis. Então, está sendo realizado um trabalho de mapeamento: foi concluído o mapeamento da rede de abastecimento de água do Campus Recife – para possibilitar ações de manutenção preventiva e corretiva, além de monitoramento constante – e está em execução o mapeamento da rede da Compesa do Campus Recife. “Esta ação, quando concluída, vai permitir uma avaliação atual do sistema e proposta de melhorias, bem como possibilidade de manutenções corretivas, preventivas e monitoramento constante”, explica Fátima.

O levantamento do sistema de esgotamento sanitário do Campus Recife também está em execução. Foi iniciado o levantamento das fossas sépticas das unidades acadêmicas e administrativas e sua interferência no Riacho Cavouco. Também houve verificação junto à Compesa da possibilidade de interligação de algumas unidades nas redes de saneamento existentes na BR-101, o que possibilitou o recebimento do efluente sanitário de parte do Hospital das Clínicas em 2015.

Por fim, houve abertura de processos licitatórios para aquisição de materiais e contratação de serviços necessários à manutenção cotidiana do sistema de abastecimento de água da Universidade: materiais hidráulicos para reparos e ampliações, bombas reserva, cloro e bombas dosadoras, água potável em caminhões pipa, manutenção de poços artesianos e operação da Estação de Tratamento d’Água (ETA) da UFPE.

Mais informações
Diretoria de Gestão Ambiental (DGA)
(81) 2126.8076
Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.


Compartilhar

 

119 visitantes online | 1057 visualizações

[ voltar ]