17.02.17

Hospital das Clínicas realiza campanha sobre febre amarela


PDF Imprimir E-mail

Quais os sintomas da febre amarela e suas formas de transmissão? Quem precisa se vacinar? Como os profissionais de saúde devem notificar a doença? Essas e outras dúvidas são respondidas pelo material educativo distribuído aos pacientes e funcionários do Hospital das Clínicas da UFPE, vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). A panfletagem e fixação de cartazes aconteceram ontem (16) em todos os 11 andares do HC.

Foto: Moisés de Holanda
fotfebre17.02.17
Equipes do hospital ofereceram orientação sobre a doença

“Já ouvi falar da febre amarela, mas não sei como é essa doença, graças a Deus, né? É sinal de que não conheço ninguém com ela, mas é muito importante saber como é que é”, disse a doméstica Dionísia Maria de Assis, de 57 anos.

A campanha foi organizada pelas equipes da Unidade de Gerenciamento de Riscos Assistenciais (Ugra), Serviço de Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho (Sost), Núcleo de Epidemiologia e Informações Hospitalares (Nepi), Núcleo de Segurança do Paciente e Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa).

O objetivo é difundir o máximo de conhecimento sobre a doença, que teve grande aumento de casos no Sudeste do Brasil. “Precisamos fazer as pessoas conhecerem. Pernambuco não é uma área de ocorrência, mas, no Carnaval, recebemos muitas pessoas de locais endêmicos e precisamos ficar atentos”, explicou a chefe da Unidade de Gestão de Riscos Assistenciais (Ugra), Adélia Cristina.

A ação informativa prossegue hoje (17) com palestra da chefe da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), Cláudia Vidal, a partir das 10h, no anfiteatro 4 do HC.  A apresentação será destinada aos funcionários e colaboradores do Hospital das Clínicas e vai trazer informações como os meios de prevenção da febre amarela, os seus sintomas e as vias de transmissão, entre outros dados.

FEBRE AMARELA – A febre amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida pela picada de fêmeas do mosquito aedes aegypti infectadas, vetores que podem ser encontrados em áreas urbanas ou silvestres. A doença é de curta duração e não contagiosa. Entre os seus sintomas estão: febre alta, dor muscular, calafrios, náuseas e vômitos por cerca de três dias. A vacinação contra a febre amarela apenas é necessária para aqueles que vivem ou vão se descolar para as áreas de recomendação da vacina.


Compartilhar

 

260 visitantes online | 653 visualizações

[ voltar ]