Home

Aulas

Exercícios

Notícias

Downloads

Bibliografia

Animações

  Programa Links ProGeNE Pós-graduação Medicina  

 

 

1ª. prova respondida: GenMol 2º. sem 2009

 

1. Qual das alterações de conformação do DNA fita dupla levam à inativação da transcrição de grandes blocos de genes na Natureza?

a)      circularização do DNA

b)      formação de grampos

c)      conversão B-Z

d)      formação de estruturas não Watson-Crick

e)      n.r.a.

 

2. Que vantagem para a conservação da informação genética trazem as fendas do DNA?

R.: Através das fendas maior ou menor, as proteínas ligadoras de DNA (como a RNA polimerase, o repressor e muitas outras) podem encontrar seus sítios de ligação sem necessidade de abertura da fita dupla, evitando assim expor o interior da dupla fita à água e aos agentes que possam alterar as bases das fitas.

 

3. Na replicação do DNA a dupla fita se abre à frente do complexo de enzimas que sintetizam iniciadores de RNA, fragmentos de DNA e a fita contínua. Que enzima auxilia nesta abertura?

a)      a telomerase

b)      a helicase

c)      a DNAse III

d)      a primase

e)      n.r.a.

 

 

4. A solução das bactérias para evitar o problema da replicação de extremidades de DNA fita dupla, resolvida nos eucariotos pela telomerase, foi tornar o DNA circular. Mas isso cria outro problema. Qual é ele? (não é necessário descrever o mecanismo pelo qual  problema é resolvido).

R.: O problema surgido é a catenação de duas dupla fitas circulares (ficam ligadas como dois elos de uma corrente) ao final da replicação do DNA circular fita dupla.

 

5. No processo de transcrição procariota, uma subunidade da RNA polimerase reconhece pequenas sequências que formam um sinalizador de inicio da síntese de RNA, A sub-unidade, as pequenas sequências e o sinalizador chamam-se:

a)      fator sigma, telômeros, operador

b)      fator rho, caixas TATA e -35, terminador

c)      fator sigma, sítios ligadores de ribossomo, promotor

d)      sub-unidade menor, sítios ligadores de ribossomo, promotor

e)      fator sigma, caixas TATA e -35, promotor

 

6. Por que processo é possível ter diferentes expressões (maiores ou menores) de diferentes genes constitutivos em bactérias?

R.: Pela diferença entre a força dos promotores, determinada por diferenças nas sequências das caixas constituintes do promotor ou da distância entre elas.

 

7. Na síntese protéica, tRNAs carregados com aminoácidos trazem estes aminoácidos para o ribossomo, obedecendo aos códons do mRNA. Como se dá a terminação do processo?

a)      pela entrada de uma proteína terminadora que se liga ao último códon da ORF

b)      forma-se um grampo de terminação no mRNA

c)      o processo é encerrado pela adição de um último aminoácido idêntico para todas as sequências protéicas

d)      pelo bloqueio do avanço do ribossomo pelo grampo de terminação

e)      n.r.a.

 

8. Qual a diferença mais clara entre o início da síntese protéica procariota e eucariota?

A ligação da sub-unidade menor do ribossomo à extremidade 5´do mRNA eucarioto, enquanto esta se dá nas sequências ligadoras de ribossomos (sequências de Shine Delgarno) ao longo do mRNA bacteriano.

 

 

9. No operon lac o sistema é reprimido por duas moléculas de uma proteína sintetizada pelo gene i. O que aconteceria se este gene sofresse uma mutação e a afinidade do repressor pelo seu sítio no DNA fosse aumentada 100X?

a) a bactéria só usaria lactose como fonte de carbono

b) seria preciso muito mais lactose para liberar o promotor

c) o bactéria nunca poderia usar a lactose como fonte de carbono

d) haveria um processo de bloqueio inespecífico de todos os operons de degradação de açúcares.

e) N.R.A.

 

10. No processo de interferência de RNA há um efetivo controle da expressão gênica pela degradação do mRNA no citoplasma. O complexo Argonauta e as enzimas Drosha e Dicer são responsáveis pela interferência produzida por  miRNA. Diga sucintamente qual o papel de cada uma (pela sua ordem de atuação).

A Enzima Drosha corta grampos de RNA fita dupla, formados no núcleo como transcrição de genes de miRNA. A enzima Dicer corta estes grampos (e outros RNA fita dupla) em pequenos RNAs de fita dupla com overhang 3´ de duas bases. A enzima Argonauta, auxiliada por outras sub-unidades do complexo, usa a fita simples de RNA de 21b para clivar mRNAs que tenham regiões de alta complementaridade com a sequência de fita simples de RNA.