Maio 2006

Curso de Libras é sucesso na Universidade


PDF Imprimir E-mail
Cerca de 400 pessoas observam atentamente os gestos, movimentos e expressões do professor Luiz Albérico. Elas fazem parte dos 840 alunos inscritos no I Curso de Libras da UFPE - Leitura, Interpretação e Comunicação da Língua Brasileira de Sinais, cujas aulas acontecem às segundas e sextas, das 14h às 17h, no auditório do Centro de Educação (CE).

O curso, fruto de parceria interinstitucional do Conexões de Saberes, da UFPE com o Programa de Extensão, Educação Popular, Tecnologia e Saúde (Produsa), da Universidade de Pernambuco e da Universidade Federal Rural de Pernambuco – tem como objetivo a construção do pensamento de inclusão dos surdos junto à comunidade, por meio do ensino de Libras. Luiz Albérico, que é docente da UPE, aponta as conquistas proporcionadas pelas aulas. “A perspectiva é que os alunos de graduação de diversas faculdades tenham acesso às informações antes restritas aos surdos e a pequenas entidades. A alta demanda, no total foram 1.200 inscritos nas universidades envolvidas, demonstra a necessidade do programa”, destaca o professor.

A metodologia usada em sala de aula é inovadora. Ao contrário do ensino para surdo, que prioriza a repetição e a dedução, o sistema usado enfatiza a associação de sinais e configurações, os desenhos espaciais das mãos, parecidos para aperfeiçoar o aprendizado. “As aulas são dinâmicas, o método inovador e a didática interessante. É importante porque mantém o interesse no aprendizado”, elogia Marília Cecília Soares, do 8º período de Pedagogia.

As aulas vão até 30 de julho, totalizando 60 horas, sendo 40 destinadas ao ensino presencial e 20, ao ensino a distância e socializador. Devido à grande procura por vagas, Luiz Albérico pretende ampliar os horários do curso no próximo semestre.

Compartilhar

 

172 visitantes online | 2660 visualizações

[ voltar ]